© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

Fique ligado: falta de remédios,ministério público quer demolição de milhares de casas, e outros fatos importantes

October 25, 2017

FALTA CRÔNICA DE REMÉDIOS NAS UNIDADES DE SAÚDE DE GUARULHOS

A foto acima, da prateleira de remédios da UBS Jardim Belvedere, Taboão, foi tirada na manhã de ontem (24) e fala mais do que as palavras. É generalizada a falta de remédios nas unidades públicas de Guarulhos, a principal queixa do movimento que reuniu cerca de 120 pessoas na Prefeitura no dia 4 de outubro. O prefeito alegou problemas burocráticos que atrasam a compra de remédios. Ontem, uma enfermeira relatou que, entrando na farmácia Raia, próxima ao Hospital da Criança, havia três mães perguntando o preço de remédios que haviam sido receitados naquele hospital. Duas foram embora silenciosas sem comprar. Outra adquiriu apenas o analgésico dipirona, porque não tinha dinheiro para comprar o antibiótico amoxicilina para seu filho. O mesmo drama foi relatado na UPA Paulista. O médico receitou antibiótico injetável para a criança e orientou a mãe a ir a uma farmácia, porque na unidade não tinha o medicamento.

 

CAIU O NÚMERO DE FISIOTERAPIAS E DE CIRURGIAS ORTOPÉDICAS

A unidade do Hospital Nipo-Brasileiro que funcionava na Avenida Bom Clima em Guarulhos não teve seu convênio renovado no primeiro semestre deste ano. Era especializada em fisioterapia. Com sua saída e não tendo a Prefeitura contratado fisioterapeutas, caiu o número de pessoas atendidas neste serviço. A fila já era grande. Agora ficou maior. Outra área que regrediu neste ano foi aquela parte de ortopedia do Hospital Municipal de Urgências, HMU, que fazia cirurgias de mão, joelho, quadril, ombro, etc. A equipe de cirurgiões ortopédicos não quiseram continuar com a empresa terceirizada que substituiu a Prefeitura na gestão do hospital. A equipe nova não conseguiu até aqui atingir o padrão e a amplitude da equipe anterior.

 

SERÁ QUE MACACOS E MOSQUITOS OBEDECEM DIVISAS DE MUNICÍPIOS?

Na Zona Norte da Capital, que faz divisa com Guarulhos, Nazaré e Mairiporã, foram ampliadas a partir desta quarta-feira para 27 unidades de saúde a vacinação contra a febre amarela. Mas, a faixa que vai do Cabuçu até a Água Azul, em Bonsucesso, tem matas que podem ser transitadas por macacos e que, através de mosquitos podem levar a febre. Na Câmara de Guarulhos, a vereadora Janete Pietá (PT) pediu ao governo municipal que agencie junto à Secretaria Estadual da Saúde a vacinação nas cercanias destas áreas de mata em Guarulhos e cidades vizinhas. Por ora, a vacinação contra a febre amarela em Guarulhos só é feita para quem vai viajar a regiões e países que podem ter problemas ou que exigem a comprovação da vacina. São dois postos, o Ambulatório da Criança, no Centro, e a UBS Cecap.

 

MINISTÉRIO PÚBLICO, DEMOLIDOR DE CASAS QUE O POVO CONSTRUIU

O Ministério Público pede a demolição de mais de 10 mil imóveis na cidade de Guarulhos em ações como a que pede a remoção das famílias e a demolição de cerca de 500 casas na Rua Artur Vitor Brenneissen na Ponte Alta em 6 meses. O Judiciário tem atendido, dando ordens de despejo às pencas, e determinado à Prefeitura, sob pena de multa, que ache lugar para cerca de 45 mil pessoas. É o que informa a Prefeitura em resposta a requerimento do vereador Edmilson Souza (PT).  A promotoria alega risco aos moradores e dano ao meio ambiente. Será que os que construíram as casas em terra que não era sua tinham condições de se abrigar de outra forma? Será que todas as casas têm o mesmo risco? Todos os casos seriam iguais? Onde o MP julga que há recursos para construir tantas casas e ao mesmo tempo resolver tantos problemas sociais? Quem trata desiguais como iguais é injusto. A realidade é mais forte do que os desejos das pessoas.

 

OS GRINGOS ENTENDEM MAIS O BRASIL DO QUE NOSSAS ELITES

O famoso jornal norte-americano Washington Post, mostra em reportagem que estão sendo destruídos agora os avanços obtidos entre 2004 e 2014 que tiraram mais de 28 milhões da pobreza, segundo o Banco Mundial, o que colocava o Brasil como um exemplo positivo no mundo. Segundo o jornal,esta tragédia não é só resultado da profunda crise. É também resultado dos cortes governamentais de programas sociais. Milhões que saíram da pobreza a ela estão voltando agora. Só no ano de 2016, segundo o Banco Mundial, cerca de 3 milhões e meio de pessoas mergulharam de novo na pobreza, pelo desemprego e pelo corte de programas sociais.

 

PORTARIA PROTETORA DO TRABALHO ESCRAVO É SUSPENSA PELO SUPREMO

A ministra do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber, em medida liminar suspendeu ontem provisoriamente, até julgamento do Tribunal, os efeitos da portaria do Ministro do Trabalho (Portaria MT 1.129 de 13 de outubro) que impossibilitava na prática a caracterização e punição do trabalho escravo, e impedia aos escravizados libertos o recebimento do auxílio desemprego. Parece uma notícia do tempo do Império. Mas é de agora, do governo Temer.

 

DIVULGADA LISTA SUJA DE TRABALHO ESCRAVO COM 131 EMPRESAS

O trabalho escravo identificado pelos fiscais do Ministério do Trabalho está registrado numa lista suja de empresas que era mantida secreta pelo governo Temer. A ministra Rosa Weber ordenou a divulgação da lista. Nela constam principalmente fazendas (é a volta ao Brasil Colônia). Mas constam também construtoras, serrarias, usinas de álcool, oficinas de costura, carvoarias, extração de erva-mate, de carnaúba, de madeira, e até navios. São empresas de 20 estados (RS,MG, SC, GO, MA, AC, PI, PA, MA, MT, BA, SP, RO, ES, MS, PR, AM, RJ, TO, PE). Em São Paulo há empresas da Capital, de Campinas, Cajamar, Embu das Artes, Paraibuna, Divinolândia. Nenhum nome é de marca conhecida do grande público.

 

HOJE A CÂMARA FEDERAL PRETENDE ABSOLVER TEMER

Como disse o humorista José Simão: “Temer vai às compras da ba$e aliada no shopping Congresso”. Segundo a grande mídia as negociações envolvem verbas de 32 bilhões de reais. Este seria o preço para manter no poder o presidente mais impopular da história das pesquisas de opinião.  Nesta quarta-feira (25), A Câmara vota se autoriza pedido da Procuradoria Geral da República para abertura de processo no Supremo Tribunal Federal contra Temer por esquema de desvio de dinheiro público durante 15 anos, incluindo o período na presidência. A maioria deve blindar Temer e rejeitar o pedido. A mesma maioria que foi implacável com a presidente Dilma. Ela não era acusada de corrupção. Foi cassada pela alegação de que, na alocação dos recursos públicos, não teria seguido exatamente a letra da lei. A maioria do Congresso e Temer se igualam.

 

AÉCIO ABSOLVIDO: CONFORME A PESSOA, MUDA-SE A LEI

Ontem, com o arquivamento do seu caso no Senado, Aécio Neves (PSDB), gravado pedindo 2 milhões de reais a Joesley Batista, dono da Friboi, demonstra que a lei só vale para os que contrariam as elites. Protegido do ministro Gilmar Mendes do Supremo Tribunal Federal, com quem trocou dezenas de telefonemas cujo conteúdo não veio à luz (ao contrário de todo o resto que vaza), o afastamento de Aécio de seu mandato foi transferido pelo Supremo para decisão do Senado, contrariando atitudes anteriores. A maioria de seus colegas senadores, como era de se esperar, devolveu por maioria o mandato a Aécio. E, ontem, como último ato de um acordo de juízes com políticos, o presidente do Conselho de Ética do Senado arquivou o caso alegando: “trata-se de um empréstimo entre privados não envolvendo dinheiro público”.  No Senado, a Friboi virou banco beneficente, sem qualquer interesse de obter vantagens do setor público.

 

 

 Saiba mais em www.gru360.com

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload