© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

Fique ligado:Em Guarulhos, empresários protestam contra o aumento de impostos, e outras notícias

November 17, 2017

Todas estas siglas: ASEC, CIESP, AGE, SESCON, AECG, ASSEAG, COMTUR, SINCOR, SINCOMERCIO, SINDISPLASGUA, APEG são de entidades empresariais de Guarulhos, que protestam publicamente em manifesto, lançado no dia 15, contra as cláusulas do projeto do prefeito de Guarulhos que aumentam o imposto sobre serviços de vários ramos econômicos da cidade. A elas se somam a OAB, de profissionais liberais e empresas de advocacia, e o Sindicato dos Metalúrgicos. Segundo o manifesto, os aumentos do imposto no projeto de lei 4813/17 vão de 25% a 150% em vários ramos de atividade. Os empresários concordam que a Prefeitura tem que cortar despesas e aumentar as receitas, mas não assim. A maior parte destas entidades forma a base empresarial do atual governo, tanto que a então presidente da ASEC ocupa a secretaria de Serviços Públicos.

 

RACHA NO EMPRESARIADO: ACE FICA COM O GOVERNO

Ausência notada no manifesto empresarial contra o aumento do ISS, a Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos (ACE), tem muitos postos no governo. Seu então presidente, Jorge Taiar, é o atual secretário de Desenvolvimento Urbano. Seu atual presidente, Wiliam Paneque, ocupa cargo comissionado, junto com vários outros dirigentes da entidade nomeados para cargos de confiança desta administração municipal.

 

RACHA NA BASE DO GOVERNO NA CÂMARA

Pressionados pelas associações empresariais, vereadores da base do governo boicotaram a sessão desta quinta-feira. Não deram número para votar projetos de lei, entre os quais se encontrava o projeto de aumento de impostos sobre serviços.    

  

Leia mais: Daniele Pestelli fala sobre as expectativas da indústria para 2018

 

 

 

PREFEITO EXORCISA DEMÔNIO DO PLANO DE EDUCAÇÃO DE GUARULHOS

A pedido da versão local da bancada fundamentalista, que promove a retranca contra princípios laicos nos legislativos brasileiros, o prefeito retirou oficialmente a referência à sexualidade no Plano Municipal de Educação. Para o vereador João Barbosa (PRB), da Igreja Universal, esta referência à diversidade sexual e de gênero era “satânica e diabólica”. Ela se encontrava na meta 14, estratégia 14.2, do projeto. Agora, o item, sem a parte satânica, foi deslocado para a meta 18, estratégia 18.2, no projeto substitutivo enviado pelo prefeito. Foi cortado o respeito  na escola à “diversidade sociocultural de etnia, de raça, de deficiências, de orientação sexual, de gênero, entre outras”. Nesta frase, segundo os fundamentalistas locais, é que tinha se alojado o demônio.   

 

NESTA SEXTA (17) ABERTURA DA MOSTRA DA CULTURA AFROBRASILEIRA

A exposição “Arte, Cultura e Resistência” abre nesta sexta-feira (17), a partir das 19 horas, e prossegue até a segunda-feira(20) inclusive, no centro cultural e teatro Adamastor. Trata-se  de exposição de pinturas, esculturas, vestuário e outras manifestações artísticas da cultura afrobrasileira. Faz parte dos eventos da Semana da Consciência Negra. Na abertura, nesta sexta, haverá apresentação do Coral Educanção.

 

MOVIMENTO SOCIAL MANTÉM A TRADICIONAL MARCHA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Este é o 12º ano da Marcha da Consciência Negra em Guarulhos. Desta vez, porém, não teve a adesão da Prefeitura. Mesmo assim, os movimentos sociais e de religiões afrobrasileiras resolveram manter a tradição. A marcha vai partir às 10 da manhã do dia 20, segunda-feira, feriado municipal da Consciência Negra, do totem dedicado ao tema, que fica ao lado da escola estadual Conselheiro Crispiniano, no Centro, e vai percorrer as ruas com parada no calçadão da Dom Pedro no largo onde ficava a Igreja dos Homens Pretos.

 

ESTADOS UNIDOS AMPLIAM FORÇA MILITAR NO MUNDO

Todo império se mantém pela força militar, pelo domínio cultural, pela capacidade tecnológica, pela moeda, por instituições de governo mundial, e por adesistas locais nas regiões dominadas. É assim que agem os Estados Unidos. Para expandir sua força militar, o Congresso norte-americano acaba de aprovar um orçamento militar para 2018 de 700 bilhões de dólares, o que significa, em moeda brasileira, 2 trilhões e 450 bilhões de reais. Assim, além de manter os atuais arsenais, seus numerosos exércitos, suas 700 bases militares em todos os continentes, o império vai aumentar o número de aviões de caça, de helicópteros militares, de tanques, de blindados, de navios, de submarinos.

 

AGORA OS ESTADOS UNIDOS QUEREM TER UMA BASE MILITAR NO BRASIL

Nem durante a ditadura militar, claramente pró-Estados Unidos, aconteceu o que está para acontecer no governo interino de Temer: uma base militar norte-americana em território brasileiro. Está para ser assinado o acordo, proposto pelos Estados Unidos, da cessão às forças norte-americanas da base de lançamento de foguetes de Alcântara, no Maranhão. Se este atentado à soberania brasileira se consumar, esta área estratégica de nosso território ficará fora do alcance das leis brasileiras, das autoridades brasileiras, inclusive militares. Os Estados Unidos, se entrarem lá, não mais sairão. Veja-se o caso da base de Guantánamo em Cuba. Apesar de toda a rivalidade entre os dois países durante quase 60 anos, a base militar estrangeira continua lá fincada.

 

 

Saiba mais em GRU360.com

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload