© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: ABAIXO-ASSINADO CONTRA DESPEJOS, E OUTRAS NOTÍCIAS

December 22, 2017

MOVIMENTOS DE MORADIA VÃO COLHER MILHARES DE ASSINATURAS CONTRA OS DESPEJOS

Em reunião nesta quinta (22), os movimentos de moradia de Guarulhos, que fazem parte de um fórum de 14 entidades, resolveram colher dezenas de milhares de assinaturas pela suspensão dos processos de despejo em massa que ameaçam milhares de famílias. O Judiciário entrou em recesso no último dia 20, só retornando em plena atividade processual no dia 22 de janeiro. Entre uma quase centena de processos, há 18 áreas com ordem de despejo que não foram suspensas pelo Tribunal de Justiça, e cujos processos estão sendo acompanhados de perto pelos movimentos de moradia. A crença é de que nenhuma das ameaças se concretizará neste final de ano e até meados de janeiro. Mas, por cautela, os movimentos que lutam contra os despejos vão manter um acompanhamento destes processos.

 

FIM DA PARCERIA DA PREFEITURA PREJUDICA O COMBATE AO ANALFABETISMO EM GUARULHOS

A divulgação pelo IBGE nesta quinta (21) de dados sobre o analfabetismo no Brasil faz retornar ao problema que ocorreu em Guarulhos neste ano de 2017. O Movimento de Alfabetização de Adultos (MOVA) tinha em Guarulhos, desde 2002, uma parceria entre a Prefeitura e entidades religiosas e de bairro para alfabetização de adultos. A Prefeitura encerrou o convênio em junho deste ano e não mais o renovou. O convênio repassava uma pequena verba para cada entidade remunerar os professores que davam aulas de alfabetização em igrejas, associações de bairro, e até nas garagens de residências. Assim o aprendizado era estimulado com a formação de grupos de convivência e estudo perto do local de moradia de quem precisava aprender a ler e escrever, sem a rigidez de horários e ambiente escolar do EJA (Educação de Jovens e Adultos). Apenas em alguns casos a prática prosseguiu agora só com voluntários sem remuneração. O fim do convênio prejudicou o acesso à alfabetização principalmente de pessoas de idade mais avançada.

 

IBGE DIVULGA DADOS SOBRE A EDUCAÇÃO NO BRASIL

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quinta(21) um levantamento com base em 2016 sobre a educação no Brasil. Uma informação preocupante trazida pelo levantamento do IBGE é que entre os jovens de 14 a 29 anos 20% não trabalha nem estuda. Esta junção de desemprego e ausência da escola afeta o presente e o futuro do país. Quanto ao analfabetismo, o número de pessoas que não sabem ler e escrever no país é de 7,2% da população acima de 15 anos. É maior entre negros e pardos, 10%. No Nordeste a taxa perto de 15% supera todas as outras regiões do Brasil. No Sudeste beira a 4%. A taxa em todos os lugares é maior entre pessoas acima de 50 anos.

 

INTERNACIONALIZAÇÃO DO CAPITAL NO BRASIL AMEAÇA ATINGIR A EMBRAER

O Brasil vive atualmente uma desnacionalização do capital de suas empresas. Cada vez mais fundos estrangeiros e empresas de outros países abocanham fatias ou a maioria do capital das empresas de propriedade nacional. Isto significa uma diminuição da soberania do país. A notícia da negociação entre a brasileira Embraer, a terceira fabricante mundial de aviões, e a norte-americana Boeing, atingiu o brio nacionalista nas Forças Armadas. A Embraer, uma antiga empresa estatal ligada à Aeronáutica, sediada em São José dos Campos, deixou de ser propriedade pública na onda privatizante dos anos 1990. Foi vendida por 942 milhões de reais, e hoje vale 15 bilhões de reais. A Boeing pretende comprar parte das ações da Embraer ou a maioria das ações segundo noticiou um jornal norte-americano. A direção da Embraer reconheceu que as negociações estão em curso. Se consumado o negócio, nada garante que os aviões, de uso civil e militar, continuem a ser produzidos no Brasil.

 

SEPARATISTAS GANHAM A ELEIÇÃO NA ESPANHA

Novas eleições se realizaram nesta quinta (21) na Catalunha, capital Barcelona, que tinha anunciado a criação de um novo país separando-se da Espanha. Depois da intervenção do governo espanhol, que depôs o governo, prendeu seus líderes, e dissolveu o parlamento, realizaram-se as novas eleições convocadas pelo governo espanhol. Mesmo com seus líderes presos ou no exílio, houve nova vitória dos separatistas. O voto é facultativo na Espanha, mas 80% dos eleitores compareceram (índice nunca atingido em eleições anteriores). Os partidos que defendem a independência fizeram pouco mais de 50% do parlamento. O partido que governa a Espanha, o PP, fez apenas 3 (três) representantes num parlamento de 135 membros. A crise entre aquela região da Espanha e o governo central vai voltar.

 

ABORTADO O GOLPE DE ESTADO NO PERU

O parlamento do Peru negou na noite desta quinta (21) a cassação do mandato do presidente de centro-direita Pablo Kuczynski. Diferente do Congresso Nacional brasileiro, que em 2016 cassou a presidenta Dilma Rousseff, os parlamentares peruanos se negaram a destituir do cargo o presidente eleito em 2016. Eram necessários 87 votos para cassá-lo. Os partidários de sua rival que perdeu as eleições por pouca margem, Keiko Fugimori, só conseguiram 78 votos, quando precisavam de 87. No Brasil ocorreu o contrário: os partidários de Aécio Neves, derrotado nas eleições, conseguiram derrubar a presidente eleita. Também diferente foi a posição dos vice-presidentes peruanos (são dois, um homem e uma mulher). Eles se negavam a assumir o cargo. Ao contrário de Temer no Brasil, que conspirou abertamente para derrubar Dilma e assumir seu lugar.

 

Saiba mais em GRU360.com

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload