© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: MANIFESTAÇÃO PELA SAÚDE, FEBRE AMARELA, 5 PARTIDOS DE OPOSIÇÃO LANÇAM BASE DE UM PROJETO NACIONAL CONJUNTO

February 21, 2018

MOVIMENTO POPULAR DE SAÚDE FAZ PASSEATA EM GUARULHOS

Mais de uma centena de pessoas se dirigiram nesta terça (20) em passeata da Praça Getúlio Vargas até a sede do Ministério Público Estadual na rua Sete de Setembro para entregar um dossiê sobre a falta de remédios e insumos na rede municipal de saúde em Guarulhos.  Segundo os organizadores estão faltando 80% dos remédios que deveriam estar disponíveis nas unidades de saúde, o que tem ocasionado inclusive a ocorrência de mortes. Criticam a forma burocrática do setor de compras que trava a aquisição de remédios e insumos e que resulta na redução de verbas para o setor.  Já havia críticas do mesmo movimento ao governo anterior, mas a situação se agravou no atual. O prefeito Guti, então vereador, era um dos principais críticos do atendimento da saúde pública no mandato de seu antecessor. A manifestação foi organizada por membros do Conselho Municipal de Saúde que lá representam os usuários e os trabalhadores do sistema, e por membros das pastorais da saúde da Igreja Católica, com a presença de vários padres. O movimento entregou suas denúncias e pedido de inquérito civil ao promotor público Nadim Mazloum, que sugeriu ser melhor buscar um Termo de Ajuste de Conduta com a Prefeitura.

 

CÂMARA MUNICIPAL REPERCUTE A CRISE NA SAÚDE DE GUARULHOS

A oposição parlamentar na Câmara de Guarulhos, exercida por vereadores e vereadoras do PT, teve reforço de vereadores da base do governo nas críticas ao atual desempenho do serviço municipal de saúde. Nesta quarta (21) o assunto vai continuar em debate na parte da manhã, quando o secretário municipal de Saúde, Dr. Sérgio Iglesias, vai apresentar a prestação de contas dos últimos quatro meses do ano passado, em audiência pública na Câmara. Ele vai ser cobrado também, pelo que mostraram os debates de ontem, por que o Pronto Atendimento Paraíso, no Taboão, está fechado para obras desde dezembro e as obras ainda não começaram.

 

PRIMEIRO CASO DE FEBRE AMARELA CONTRAÍDA DENTRO DE GUARULHOS

O Instituto Adolfo Lutz confirmou que uma mulher de 20 anos com febre amarela contraiu a doença no Parque Primavera em Guarulhos. O Parque Primavera, da região do Taboão, fica junto à Serra da Cantareira. A melhor passa bem e já voltou para casa.

 

GRÁVIDAS E MÃES DE FILHOS ATÉ 12 ANOS PODERÃO IR PARA PRISÃO DOMICILIAR

Nesta terça (20), a segunda turma de cinco ministros do Supremo Tribunal Federal, decidiu que gestantes e mães de crianças até 12 anos, presas ainda sem julgamento, podem ser libertadas de presídios para cumprir prisão domiciliar.  Podem, isto é, dependem da decisão de cada juiz em cada caso. Calcula-se que das 42 mil mulheres presas no Brasil cerca de 10% poderá requerer este direito. Os ministros decidiram que mantê-las em presídios deve ser apenas em casos de exceção (por exemplo em casos de mães que cometeram crimes violentos ou de ameaça contra seus próprios filhos). O caso de uma mãe pobre, Jéssica Monteiro, que foi presa com o seu bebê recém-nascido porque ela estava com algumas gramas de maconha, repercutiu para que a medida fosse tomada. E outro caso, este com uma mãe rica, também repercutiu. Pelo menos para alguma coisa positiva contribuiu o polêmico caso de Adriana Ancelmo, a esposa do ex-governador Sérgio Cabral, que condenada a 18 anos de prisão em primeira instância, foi posta em prisão domiciliar pelo ministro Gilmar Mendes por ter filhos para cuidar. A repercussão do privilégio para uma mulher da alta sociedade, mexeu com os ministros para que estendessem o direito à prisão domiciliar para as mulheres pobres. 

 

CINCO PARTIDOS DE OPOSIÇÃO LANÇAM EM BRASÍLIA BASES DE UM PROJETO NACIONAL CONJUNTO

As fundações oficiais do PT, PCdoB, PDT, PSB e PSOL, com a presença de presidentes destes partidos, exceto o PSB representado por um de seus senadores, lançaram nesta terça (20) em Brasília as bases de um projeto nacional com o propósito de ser construído em conjunto pelos cinco partidos. O projeto para o Brasil busca articular a redução das desigualdades sociais em todos os seus aspectos, com o desenvolvimento econômico e preservação ambiental, com a defesa da democracia e da soberania nacional. Embora os cinco partidos se reservem o direito de concorrer com candidatos próprios, todos reiteram a defesa do direito de Lula ser candidato.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload