© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: CORRIDA DO BATOM, BIOMETRIA, AUMENTO DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E MAIS

March 6, 2018

 VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER AUMENTA EM GUARULHOS EM 2017, PIMENTAS E BONSUCESSO LIDERAM EM NÚMERO DE CASOS

A Subsecretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) atualizou os dados do “Mapa da Violência”. Pelo segundo ano Pimentas e Bonsucesso são os dois bairros com maior índice de registros de violência contra as mulheres, totalizando 19 dos 34 casos de homicídios ocorridos em 2017, além de somarem 17% dentre todos os crimes contra as mulheres (homicídio, lesão corporal, calúnia, difamação, ameaça, estupro, entre outros).

Os dados coletados mostram ainda que houve uma redução no número de homicídios no município, quando comparado com os últimos dois anos: 71 mortes em 2016 e 64 em 2017. No entanto, o número total de crimes registrados contra as mulheres no último ano de 2017 foi superior ao do ano anterior: 7.582 casos, contra 7.546.

 

INSCRIÇÕES PARA A CORRIDA DO BATOM 2018 DEVEM COMEÇAR DIA 12 DE MARÇO

A tradicional Corrida do Batom, que celebra o Mês Internacional da Mulher em Guarulhos, será no dia 25 de março (domingo). As inscrições são gratuitas e estão programadas para serem abertas no dia 12 de março (segunda-feira), pelo Portal Educação da Prefeitura de Guarulhos. Mil vagas estarão disponíveis.

A retirada do kit, com número de peito e chip, deverá ser feita das 9h às 15h30 do dia 24/03/2018, sábado, na tenda multiuso do Bosque Maia. A corredora terá de doar 1 kg de alimento não perecível e apresentar um documento de identidade original. O termo de responsabilidade (clique aqui) precisará ser impresso, preenchido e exibido.

 

314 MIL ELEITORES GUARULHENSES AINDA NÃO FIZERAM CADASTRAMENTO BIOMÉTRICO

Faltam apenas 17 dias para terminar o prazo do cadastramento biométrico para votar nas Eleições de 2018, mas 314 mil eleitores guarulhense (46% do total) ainda não se cadastraram. Segundo maior colégio eleitoral do Estado de São Paulo, Guarulhos é um dos municípios em que o cadastramento biométrico é obrigatório. O eleitor que não comparecer até 23 de março terá o título cancelado.

A biometria pode ser realizada em qualquer uma das zonas eleitorais de Guarulhos – 176º, 185º, 278º, 279º, 393º, 394º, 395º -, além do Poupatempo e dos postos do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) nos bairros de Cumbica e nos shoppings Bonsucesso e Parque Maia.

 

VOLTA O TEMA DOS DESPEJOS EM MASSA: HOJE COMEÇAM AS PERÍCIAS NAS ÁREAS

As férias do Judiciário no fim de ano e em janeiro deram uma breve folga à tensão que atinge cerca de 5 mil famílias em diversas áreas de Guarulhos que estão com decisão de despejo expedida por juiz local a pedido de um promotor público. Agora a roda volta a girar. Nesta terça (6) o perito nomeado pelo juiz vai fazer a vistoria na área onde moram muitas famílias que têm ordem judicial de remoção no bairro Monte Alto na região do Cabuçu.  Outras perícias se seguirão dando sequência à angústia das famílias. Chegou a hora de se realizar a negociação entre o Judiciário, o Ministério Público, a Prefeitura, a Defensoria Pública, os representantes dos moradores e dos movimentos de moradia, prometidas em dezembro pelo então presidente do Tribunal de Justiça e pelo juiz diretor do Forum de Guarulhos.

 

OS ARGENTINOS ESTÃO GANHANDO DOS BRASILEIROS EM PARTICIPAÇÃO POLÍTICA

Nos jogos de futebol da Argentina há um coro constante da multidão contra as reformas trabalhistas e da previdência por iniciativa do presidente daquele país, Maurício Macri. A torcida em peso aproveita o jogo para gritar “Macri, lixo (basura), você é a ditadura”. Além de um coro com palavras de baixo calão, típicas em jogos de futebol. A CBF de lá, chamada de AFA, estuda suspender os jogos ou punir as equipes cujas torcidas organizadas protestam contra o presidente. Enquanto isso, no Brasil, as torcidas se concentram apenas no jogo, como se o desemprego e a perda de direitos fossem um castigo divino e não obra de humanos que ocupam o poder político.   

 

PREFEITO DE SÃO PAULO FAZ DECRETO EM BENEFÍCIO PESSOAL COM DINHEIRO PÚBLICO

A prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), assinou decreto no sábado (3) em benefício de sua pessoa com dinheiro público para depois que deixar a Prefeitura para concorrer ao governo do Estado. O decreto diz que a Polícia Militar, que tem um contingente a serviço do gabinete do prefeito da Capital, fará a segurança de ex-prefeitos durante um ano, com salários pagos pela PM e gratificação paga pela Prefeitura. Ora como todos os ex-prefeitos já completaram um ano fora do cargo, ele será o beneficiado. Sempre se soube que Dória é muito rico. Este ato vem confirmar a regra: para quem é rico, mais privilégios e mais dinheiro nunca é pouco.

 

NESTA TERÇA (6) SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA JULGA HABEAS CORPUS DE LULA

Se o ex-presidente Lula não obtiver o benefício do habeas corpus no STJ, que julga o pedido nesta terça (6), em Brasília, estará nos finalmente a ameaça de decretação de sua imediata prisão pela condenação a 12 anos e um mês, contestada como ato de perseguição política para impedir sua candidatura a presidente. A tendência é ser negado no STJ o pedido de suspensão da prisão até que o mesmo tribunal julgue o recurso contra a condenação. Sobra então o mesmo pedido que está no Supremo Tribunal Federal para ser julgado pela composição completa do STF, se a sua presidenta, ministra Carmen Lúcia ceder às pressões dentro do próprio Supremo para que ponha em pauta o julgamento do habeas corpus. Enquanto isso corre rápido o tempo em Porto Alegre onde o Tribunal Regional Federal está a um fio para decretar a prisão imediata do ex-presidente já solicitada pelo Ministério Público. “É importante que esse tema seja julgado no Supremo Tribunal Federal, porque há uma clara divisão dos ministros em relação ao entendimento de ser possível ou não executar a prisão após segunda instância sem ainda terem se esgotado todos os recursos", disse o advogado do ex-presidente, o ex-ministro do STF Sepúlveda Pertence.

 

PRODUÇÃO INDUSTRIAL CAI 2,4% EM JANEIRO

A produção da indústria brasileira recuou 2,4% em janeiro frente a dezembro do ano passado é o que aponta a pesquisa do setor divulgada nesta terça-feira (6) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo o IBGE, a queda na produção foi generalizada entre as quatro grandes categorias da indústria brasileira. Mas a principal influência negativa partiu da produção de veículos automotores, que recuou 7,6% na passagem de dezembro para janeiro. Em dezembro, a indústria automotiva havia crescido 9,1% na comparação com o mês anterior.

Dentre as grandes categorias econômicas, bens de consumo duráveis (-7,1%) mostrou a queda mais acentuada e eliminou parte da expansão de 9,8% acumulada nos dois últimos meses de 2017. Essa foi a taxa negativa mais intensa desde março de 2017 (-7,5%). Também tiveram recuo os segmentos de bens intermediários (-2,4%) e de bens de capital (-0,3%).

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload