FIQUE LIGADO: TERMINOU O PRAZO PARA REGULARIZAÇÃO DO TÍTULO ELEITORAL, MOVIMENTO CONTRA O NOVO ATERRO DE LIXO, REFUGIADOS EM GUARULHOS E MAIS NOTÍCIAS

May 9, 2018

NESTA QUARTA (9), TERMINOU O PRAZO PARA BIOMETRIA E REGULARIZAÇÃO DO TÍTULO ELEITORAL

Voltaram as enormes filas junto dos cartórios eleitorais em todo o Brasil. Agora não tem mais prorrogação. Em todo o país terminou nesta quarta (9) o prazo para emissão, transferência, atualização, recadastramento biométrico do título eleitoral anterior às eleições de outubro. O prazo só se reabre em novembro. Em Guarulhos, quem não fez o recadastramento com biometria terá seu título de eleitor cancelado. Além de não poder votar neste ano, terá algumas consequências nas relações com os poderes públicos e pequena multa. Até o fim de março haviam se recadastrado em Guarulhos pouco mais de 704 mil eleitores/as. Estima-se que após o término do prazo este número ultrapasse 760 mil, com uma quebra entre 18% e 20% do número anterior de eleitores na cidade que era de 934 mil. O voto é obrigatório para quem completa ou está acima de 18 anos até 7 de outubro, mas é facultativo para quem tem mais de 70 anos, está entre 16 e 18 anos, ou não sabe ler e escrever.

 

MOVIMENTO CONTRA O NOVO ATERRO DO LIXO GANHA FORÇA

Uma comissão de cerca de 30 pessoas esteve nesta terça (8) na Câmara de Guarulhos, liderada por um padre e um pastor da região do Cabuçu, para convidar vereadores/as para a audiência pública promovida pelo estado a ser realizada nesta quinta (10) no Centro de Convenções Santa Mônica, às 17 horas, para tratar de um novo aterro de lixo naquela região. O movimento é contrário à extensão do aterro paulistano da CDR que quer entrar em extensa área do município de Guarulhos, no Cabuçu. O manifesto distribuído pela comissão diz que se trata de uma luta de Golias (a gigante francesa que opera o aterro da CDR) contra Davi (moradores do Cabuçu e ecologistas). Segundo o manifesto o movimento é em defesa da saúde, do meio ambiente, das moradias e da área de proteção ambiental APA Cabuçu/Tanque Grande. A Comissão de Meio Ambiente da Câmara marcou também uma audiência para segunda (14).

260 REFUGIADOS VENEZUELANOS DESEMBARCARAM EM GUARULHOS NOS ÚLTIMOS 30 DIAS

Nos últimos 30 dias, aproximadamente 260 refugiados venezuelanos desembarcaram na Base Aérea de Guarulhos em voos da Força Aérea Brasileira (FAB). Os dados foram divulgados pela Base Aérea, porém, apesar do desembarque, nenhum refugiado ficou na cidade, e todos foram encaminhados para abrigos em São Paulo capital. O último desembarque dos refugiados venezuelanos foi realizado na sexta-feira (04), quando chegaram 69 pessoas.

 

CAMINHONEIROS TEM TESTES GRATUITOS DE HIV E DSTs NO POSTO DA POLÍCIA RODOVIÁRIA DE GUARULHOS

Testes gratuitos de HIV, Sífilis e Hepatite C serão disponibilizados para caminhoneiros que utilizarem a Via Dutra em Guarulhos, no sentido Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (9). Também será possível tomar vacina contra febre amarela, tétano, sarampo, caxumba e rubéola.  O ponto para fazer os testes e tomar as vacinas será na Unidade Operacional da Polícia Rodoviária Federal de Bonsucesso, no km 208 da rodovia.

 

STF JULGA NESTA QUARTA (9) O FIM DA GRATUIDADE EM PROCESSO TRABALHISTA

Uma das medidas que atingem os empregados na reforma trabalhista que entrou em vigor em novembro passado é a obrigação do trabalhador que perde a causa pagar as custas do processo e o advogado da empresa. A polêmica surgiu em Guarulhos. Um juiz trabalhista local condenou uma trabalhadora que não compareceu à audiência que julgava sua reclamação a pagar R$ 593 de custas do processo e o arquivou. O Tribunal Regional do Trabalho manteve a decisão. O caso agora vai a julgamento no Supremo Tribunal Federal, pois a parte prejudicada recorreu alegando afronta à Constituição.

 

JOAQUIM BARBOSA DECLARA QUE NÃO VAI CONCORRER À PRESIDÊNCIA

As pesquisas eleitorais davam algo em torno de 10% para a suposta candidatura presidencial do ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa. Ele ensaiava ser candidato quando se filiou ao PSB no último dia do prazo, 7 de abril. Ensaiava também uma postura de centro na disputa política. O partido que adotou apoiou o golpe de estado que derrubou Dilma, e depois se manifestou contra o governo Temer. Nesta terça (8), Joaquim avisou o presidente de seu partido que não seria candidato. Pessimista, havia declarado que não acredita que esta eleição mude o país. Segundo ele, o sistema político não tem válvula de escape e não tem como mudá-lo. Sua renúncia lembra a de Jânio Quadros. Talvez Joaquim queira voltar mais adiante, pois tudo pode ocorrer até 15 de agosto, prazo final para inscrição de candidaturas.

 

SAÍDA DE JOAQUIM BARBOSA EMBOLA O MEIO DE CAMPO

As apostas com a renúncia de Joaquim Barbosa são quais candidatos se beneficiam com isso. Ciro Gomes do PDT, que namora aliança com o PSB? Alckmin, pois o PSB de São Paulo, que o apóia, fica livre para fazer sua campanha? Marina, que tenta estar de bem com todos ao declarar que governaria com gente boa de todos os partidos? Com certeza a saída de Joaquim não beneficia Lula nem Bolsonaro. O primeiro, candidato da esquerda. O segundo, da extrema direita. O espólio de Joaquim é disputado por quem quer aparecer como centro ou centro-direita da política.

 

TRUMP ROMPE ACORDO COM O IRÃ E DESAGRADA SEUS ALIADOS EUROPEUS

O presidente dos Estados Unidos rompeu o acordo nuclear que o seu antecessor havia feito com o Irã, jogando mais gasolina no conflito mundial que tem como palco central hoje o Oriente Médio. Os aliados europeus dos Estados Unidos não gostaram. O preço do petróleo vem subindo no mundo e o Irã é um dos seus importantes produtores. Com o rompimento do acordo, os americanos voltam a impor sanções econômicas ao Irã, cuja economia já sofria com o boicote anterior.  O Irã é aliado da Rússia, apóia o governo da Síria e pelo acordo havia renunciado a produzir armas nucleares . Os Estados Unidos são o principal suporte de Israel, que tem armas nucleares, e está em permanente conflito com a maioria dos países árabes da região.

 

ARGENTINA MERGULHA EM FORTE CRISE ECONÔMICA

A Argentina, diferente do Brasil, tirou a esquerda do poder através de eleições. Seu presidente eleito, Maurício Macri, pregava as mesmas reformas implantadas ou tentadas no Brasil por Temer. Depois de dois anos e meio de governo anunciou um pedido de socorro de 30 bilhões de dólares do Fundo Monetário Internacional para a economia de seu país. A inflação está em torno de 25% ao ano. Os juros que o governo paga foram a 40%. O preço do dólar disparou. O descontentamento popular é grande com a aprovação de uma reforma na previdência, o envio de projeto de reforma trabalhista, e o aumento das tarifas de serviços públicos. Macri é um dos principais aliados dos Estados Unidos na América do Sul.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now