© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: HMU FECHA SUAS PORTAS MAIS UMA VEZ EM GUARULHOS, PREFEITURA DEVE 20 MILHÕES AO INSTITUTO GERIR E MAIS NOTÍCIAS

July 18, 2018

Escrito por Elói Pietá

HMU FECHA SUAS PORTAS MAIS UMA VEZ EM GUARULHOS

O Hospital de Urgências de Guarulhos (HMU) fechou mais uma vez suas portas para o atendimento dos usuários e está apenas atendendo casos de extrema urgência, nesta quarta-feira (18). Os pacientes classificados como “menos graves” estão sendo encaminhados para a Policlínica Paraventi. No entanto, pacientes idosos em estado grave relataram que não conseguiram atendimento. O motivo, mais uma vez, é a falta de insumos, de funcionários e médicos, que não recebem salários há quase 2 meses. Essa crise no HMU se tornou uma constante desde que o atual governo municipal transferiu a administração do hospital para uma empresa privada: o Instituto Gerir.

 

PREFEITURA DEVE 20 MILHÕES AO INSTITUTO GERIR

A Prefeitura de Guarulhos deve 20 milhões de reais ao Instituto Gerir (empresa que foi contratada sem licitação para administrar o HMU e outros equipamentos da Saúde municipal). 10 milhões se referem a insumos e medicamentos. 4 milhões e 500 mil são os salários dos médicos, que estão há 2 meses sem receber. Os outros 5 milhões e 500 mil se referem às demais despesas. O Instituto Gerir contrata os médicos como pessoas jurídicas, o famoso PJ, e com isso não assume nenhuma responsabilidade empregatícia com eles. Por isso, sem salários e em condições precárias de trabalho, muitos médicos não vão trabalhar e, em muitos momentos, o HMU tem ficado com um único médico atendendo.

 

OS NOVOS NÚMEROS DO ELEITORADO DE GUARULHOS

O recadastramento biométrico modificou bastante o desenho do eleitorado em Guarulhos. A cidade que começou 2018 com 925 mil eleitores, tem agora 814 mil. Neste primeiro semestre do ano, o município perdeu 143 mil eleitores que não fizeram o recadastramento biométrico e ganhou mais 32 mil novos eleitores que se cadastraram para votar na cidade (não fosse isso, Guarulhos hoje estaria com um eleitorado de cerca de 780 mil pessoas). Com esses números, Guarulhos foi ultrapassada por Campinas, que hoje é o segundo maior colégio eleitoral de São Paulo com quase 850 mil eleitores.

 

PAULISTANOS APOIAM POLÍTICAS PÚBLICAS DIRECIONADAS A CRIANÇAS E ADOLESCENTES  

A pesquisa Viver em São Paulo, realizada pelo Ibope e a Rede Nossa São Paulo e apresentada nesta quarta-feira (18), mostrou que os paulistanos apoiam amplamente políticas públicas direcionadas a crianças e adolescentes. 97% concordam com ações de estímulo ao primeiro emprego e 90%, com a oferta de ensino em tempo integral. 82% se mostraram favoráveis à ideia de que a aplicação de medidas socioeducativas são a melhor alternativa para as crianças e adolescentes que desrespeitaram as leis. 78% discordam da ideia de que trabalhar seja mais importante que estudar. Entretanto, 63% apoiam a ideia de que a palmada contribui para educação e formação das crianças e adolescentes, um dado preocupante.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload