FIQUE LIGADO: CAOS NA SAÚDE DE GUARULHOS PRODUZ DESESPERO E VIOLÊNCIA, BRASIL PERDEU 661 VAGAS DE TRABALHO EM JUNHO DE 2018 E MAIS NOTÍCIAS

July 23, 2018

CAOS NA SAÚDE DE GUARULHOS PRODUZ DESESPERO E VIOLÊNCIA

Na noite da última sexta-feira (20), um médico foi ameaçado com armas na UPA Paulista. O profissional conseguiu fugir pela porta dos fundos, mas, assustado e receoso por sua segurança, não voltou ao trabalho. Com isso, a UPA ficou sem médicos no plantão e as pessoas que procuraram atendimento foram encaminhadas para a Policlínica Paraventi, onde, também por falta de médicos, não foram atendidos. No mesmo dia, o HMU somente atendia os casos considerados muito graves. O caos na Saúde de Guarulhos está adoecendo as pessoas ao produzir desespero nos pacientes e nos médicos.

 

BRASIL PERDEU 661 VAGAS DE TRABALHO EM JUNHO DE 2018

Segundo o CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), O Brasil fechou 661 postos de trabalho em junho de 2018. Na interpretação de analistas da FGV, as fortes demissões na indústria e no comércio indicam que o ritmo frustrante de recuperação econômica é responsável em grande parte pelo enfraquecimento do mercado de trabalho. A mesma FGV avalia que as explicações do Governo de colocar essa queda toda na conta da greve dos caminhoneiros não se sustenta, pois de acordo com os dados mensais do Caged que não consideram declarações fora do prazo, os meses de janeiro a maio, mês da greve, registraram um número de contratações maior que os registrados nesses respectivos meses em 2017.

 

COMÉRCIO E INDÚSTRIA FORAM OS SETORES QUE MAIS PERDERAM EMPREGOS

O comércio e a indústria de transformação foram os grandes responsáveis pela queda no número de vagas formais abertas. O primeiro fechou 20.971 postos de trabalho no período analisado. A grande maioria dessas demissões aconteceu no varejo, que perdeu 18.436 empregos no último mês. A indústria de transformação, por sua vez, perdeu 20.470 empregos no mês passado. Dos 12 ramos industriais observados pelo Ministério do Trabalho, 11 demitiram mais do que contrataram. A indústria têxtil, a metalurgia e o setor de calçados tiveram os piores resultados, com -6.169, -3.427 e -3.334 postos de trabalho criados no período.

 

EXPECTATIVA DE RECUPERAÇÃO ECONÔMICA EM 2018 É REVISADA PARA BAIXO

O saldo negativo de junho "confirma que a recuperação do mercado de trabalho estagnou", afirma o economista-chefe do Banco Fator, José Francisco de Lima Gonçalves, em relatório. A instituição, que esperava criação de 900 mil vagas neste ano revisou o número para 300 mil, valor que pode ser também revisto para baixo. A fraca geração de emprego formal prevista para o ano, diz o banco, ameaça também a recuperação do consumo das famílias, que é responsável por 63,4% do PIB Brasileiro.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now