© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: PREFEITURA DE GUARULHOS VAI REASSUMIR A POLICLÍNICA PARAVENTI, INDÚSTRIA CAI 2,5% NO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2018, STF DISCUTE A DESCRIMINALIZAÇÃO DO ABORTO E MAIS NOTÍCIAS

August 3, 2018

Escrito por Elói Pietá

PREFEITURA DE GUARULHOS VAI REASSUMIR A POLICLÍNICA PARAVENTI

Em função dos problemas apresentados na gestão das unidades de saúde que estão sob a responsabilidade do Instituto Gerir, a prefeitura irá reassumir a administração da Policlínica Paraventi a partir do dia 1º do próximo mês. Além da policlínica, a Gerir também foi contratada (sem licitação) para administrar os hospitais Municipal de Urgências (HMU) e o Municipal da Criança e do Adolescente (HMCA).

 

INDÚSTRIA CAI 2,5% NO SEGUNDO TRIMESTRE DE 2018

As manchetes dos grandes jornais destacaram, nesta quinta-feira (31), o crescimento da indústria de 13% em junho na comparação com maio. Na verdade, como no mês de maio o setor industrial teve uma queda de 11%, isso significa que um junho ele voltou aos níveis de abril de 2018. No 2º trimestre, porém, houve queda de 2,5% na comparação com o 1º trimestre.

 

SISTEMA CANTAREIRA VEM PERDENDO 1 BILHÃO DE LITROS DE ÁGUA POR DIA

Sistema Cantareira, principal manancial que abastece a Grande São Paulo, perdeu, em média, 1,1 bilhão de litros de água por dia desde abril, início do período de seca. Neste período de 124 dias, foi registrada perda de 144 bilhões de litros. Neste número estão incluídos consumo, transferências para outros reservatórios e também perda com vazamentos, furtos ou fraudes. Os são da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo).

 

AUDIÊNCIAS PÚBLICAS NO STF DISCUTEM A DESCRIMINALIZAÇÃO DO ABORTO

Têm início nesta sexta-feira (3) as audiências públicas no Supremo Tribunal Federal (STF) que pretendem analisar o tema da descriminalização do aborto até a 12ª semana de gestação. As audiências são parte do processo de julgamento de uma Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) protocolada pelo Psol em 2017, que pede a exclusão dos artigos 124 e 126 do Código Penal, referentes ao crime de interrupção da gravidez tanto para as mulheres que abortam quanto para quem ajuda no processo.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload