© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: EMTU REVOGA LICITAÇÃO PARA O PROJETO DO CORREDOR DE ÔNIBUS GUARULHOS-ABC, QUASE 64 MIL PESSOAS FORAM ASSASSINADAS NO BRASIL EM 2017 E MAIS NOTÍCIAS

August 10, 2018

Escrito por Elói Pietá

EMTU REVOGA LICITAÇÃO PARA O PROJETO DO CORREDOR DE ÔNIBUS GUARULHOS-ABC

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) revogou a licitação para a contratação do projeto executivo do BRT Metropolitano Perimetral Leste, o corredor de ônibus que ligará Guarulhos até a região do ABC paulista. De acordo com a empresa, os motivos foram: questões ligadas a desapropriações, adequação de ciclovia, compatibilização dos sistemas operacionais metropolitano e municipal, e principalmente falta de recursos financeiros.

 

PARECE GUERRA: QUASE 64 MIL PESSOAS FORAM ASSASSINADAS NO BRASIL EM 2017

Não há uma guerra civil declarada no Brasil, mas matam-se mais cidadãos que em muitos países em guerra. Só em 2017 foram registrados quase 64 mil homicídios, ou seja, 175 pessoas assassinadas por dia, mais de 7 por hora, segundo novos dados da ONG Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Esses números representam um aumento de 3% em comparação a 2016. Muito comuns em guerras, os estupros também cresceram, quase 9%: foram 60.018 em 12 meses.

 

HOMICÍDIOS REFLETEM A DESIGUALDADE SOCIAL E REGIONAL BRASILEIRA

Esse aumento expõe até onde chega a desigualdade social e regional no Brasil. Na verdade, uma parte do país conseguiu reduzir o número de homicídios; o aumento se concentra em apenas 12 Estados do Norte e Nordeste, uma alta tão intensa que elevou as cifras do país inteiro. Enquanto São Paulo, o Estado mais rico, registra 11 homicídios para cada 100.000 habitantes, o Rio Grande do Norte, um dos mais pobres, tem 68.

 

HOMICÍDIOS COMETIDOS POR POLICIAIS AUMENTARAM EM QUASE 22%

Um percentual cada vez maior dessa violência se deve a ações concebidas justamente para detê-la. Os homicídios de civis pelas mãos da polícia aumentaram quase 22%: 5.144 em todo o ano, 14 pessoas assassinadas por policiais a cada dia.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload