© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: CONGRESSO NACIONAL TEVE MAIOR RENOVAÇÃO DESDE 1989, MAS A RENOVAÇÃO FOI CONTRA O TRABALHADOR, E MAIS NOTÍCIAS

October 26, 2018

CONGRESSO NACIONAL TEVE MAIOR RENOVAÇÃO DESDE 1989
O DIAP (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar) soltou o seu relatório parcial dos resultados das Eleições 2018, com uma radiografia do novo Congresso Nacional que representará os brasileiros e brasileiras pelos próximos quatro anos. Em destaque, está a maior renovação do Congresso desde as Eleições de 1989, que marcaram a redemocratização do país. Agora, 269 deputados federais irão cumprir mandato pela primeira vez (pouco mais da metade dos 513 deputados). No Senado, 40 vagas serão ocupadas por quem nunca foi senador, uma renovação de 74% em relação às vagas em disputa.

 

RENOVAÇÃO CONSERVADORA
Essa renovação tem um sentido de volta para um século atrás, pois fortaleceu posições conservadoras e do liberalismo da República Velha. Não foi positiva para os direitos de trabalhadores e trabalhadoras e nem para os direitos de mulheres, negros, gays, indígenas, entre outros grupos identitários, nem positiva para a defesa do meio ambiente. A maioria esmagadora desses novos deputados e senadores defende a retirada de direitos antes conquistados para os assalariados, é contrária à livre organização e expressão dos movimentos sociais, é pela criminalização dos movimentos por terra e moradia, pelo endurecimento das leis carcerárias onde em imensa maioria são presos pessoas das classes pobres, é pela fragilização dos chamados direitos humanos e da proteção ambiental.

MULHERES E NEGROS CONTINUAM SUB-REPRESENTADOS
O perfil do Congresso Nacional continua sendo o do homem, branco. Na Câmara, 77 são mulheres (15%) e 436 homens (85%). Declaram-se brancos 75%. Têm nível superior de educação 80%. O partido que mais cresceu é da extrema direita, e tem um nome relacionado ao liberalismo do início do século passado: Partido Social Liberal. O PSOL foi o partido que mais cresceu na esquerda de seis para dez parlamentares, sendo 5 mulheres.

 

FORAM 14 PARTIDOS ATINGIDOS PELA CLÁUSULA DE BARREIRA
Vinte e um partidos superaram a cláusula de barreira que pela primeira vez está vigorando. Estes partidos terão acesso aos recursos do fundo partidário e ao horário eleitoral gratuito. Nove partidos ficaram abaixo da cláusula de barreira: PCdoB, REDE, PATRIOTAS, PHS, PRP, PMN, PTC, PPL e DC. Eles ficarão excluídos do fundo partidário e do horário eleitoral gratuito. Cinco partidos não elegeram parlamentares e também estão excluídos destes benefícios. São eles PRTB, PMB, PCB, PSTU e PCO.

 

BANCADA SINDICAL CONTINUA EM PROCESSO DE DERRETIMENTO
A Bancada Sindical de trabalhadores na Câmara dos Deputados ficou com apenas com 33 representantes. Já chegou a ter 83. Nestas eleições perdeu mais 18 cadeiras. Já havia perdido 32 em 2014. É um alerta para as relações entre sindicalistas com suas categorias e com a sociedade.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload