© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: LIVRARIAS DE GUARULHOS NÃO PARTICIPAM DA BIENAL DO LIVRO, DÍVIDA DO GRUPO ABRIL REVELA SEU COMPROMETIMENTO COM OS INTERESSES DOS BANCOS E MAIS NOTÍCIAS

December 7, 2018

Na foto: Fotógrafa ambiental Marina Klink durante a Bienal do Livro de Guarulhos

BIENAL DO LIVRO DE GUARULHOS TERMINA NESTE DOMINGO (9)

A Bienal do Livro de Guarulhos termina neste domingo (9). O evento está acontecendo desde o dia 30 de novembro no Parque Linear Transguarulhense e conta com feira de livros e palestras de autores. Entre os nomes destacados que passaram pela Bienal, está a fotógrafa ambiental Marina Klink e o historiador Leandro Karnal. Neste domingo (9), às 18 horas, o jornalista Caco Barcelos encerra as seções de palestras da mostra.

 

LIVRARIAS DA CIDADE NÃO PARTICIPAM DA BIENAL DO LIVRO

Muito ruim que as poucas livrarias que existem na cidade não tenham sido convidadas para exporem e venderem seus livros na Bienal de Guarulhos. Isto, num momento de grave crise do setor em todo o país, que fez as grandes livrarias do mercado nacional, Cultura e Saraiva, iniciarem uma política de fechamento de lojas e entrarem com pedido de recuperação judicial.

 

IMORTAIS DE GUARULHOS LANÇAM REVISTA COMEMORATIVA DURANTE A BIENAL

A Academia Guarulhense de Letras (AGL) lançou na última quarta-feira (5), durante a Bienal, a Revista AGL, edição especial dos 40 anos de fundação da entidade. Ao longo de mais de 260 páginas, a 20ª edição da revista apresenta artigos de seus membros, sinopses das atividades recentes da academia e galeria de fotos.

 

5 MILHÕES DE CRIANÇAS VIVEM EM EXTREMA POBREZA NO BRASIL

5 milhões e 200 mil crianças são de famílias que vivem em pobreza extrema no Brasil (ganham menos de 140 reais por mês por pessoa). Somente em 2017, o número de crianças nesta situação aumentou em 500 mil, segundo dados do IBGE.

 

NOVA MINISTRA DA MULHER PREFERE QUE AS MULHERES FIQUEM EM CASA

A pastora da Igreja do Evangelho Quadrangular, assessora do senador não reeleito Magno Malta, foi anunciada nesta quinta (6) como ministra da Mulheres, Família e Direitos Humanos do novo governo. Em entrevista recente declarou: “Me preocupo com a ausência das mulheres em casa”. Em entrevista anterior havia dito: “Mulheres nasceram para ser mães. Uma sociedade ideal as deixaria em casa, fora do mercado de trabalho, sustentadas pelos maridos”. Por aí se vê a completa oposição entre a nova ministra e a luta secular das mulheres pela igualdade. No início do século passado, quando só os homens tinham direito ao voto, algumas mulheres conservadoras, como a atual nova ministra, argumentavam contra a extensão do direito de voto às mulheres usando os mesmos argumentos: elas nasciam para ser mães e cuidar do lar, por isso tinham que ficar longe das decisões políticas. Continue lendo depois da propaganda...

DÍVIDA DO GRUPO ABRIL REVELA SEU COMPROMETIMENTO COM OS INTERESSES DOS BANCOS

O Grupo Abril, dono da revista Veja, possui uma dívida de 1 bilhão e 600 milhões de reais. A maior parte desse dinheiro é devida aos bancos Itaú, Bradesco e Santander. Para conseguir pagar, o Grupo Abril propôs um calote de 92% no valor e o parcelamento dos outros 8% em 18 anos (sendo que os 3 primeiros seriam de carência, ou seja, não pagaria nada). O Grupo Abril, em especial sua revista Veja, é notoriamente defensor dos interesses dos banqueiros em suas publicações (e também é notório o ataque sistemático que esse mesmo grupo faz aos movimentos sociais e sindicatos). Entre 2011 e 2015, a empresa foi presidida por Fábio Barbosa, que também foi presidente do Banco Real, Banco Santander Brasil e da FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos). Tanta aproximação e comprometimento talvez explique a ousadia de pedir um perdão de 92% da dívida, algo impensável para um cidadão comum.

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload