© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: DÓRIA ANULA VERBA DE 20 MILHÕES PARA ASFALTO EM GUARULHOS, MUDANÇAS NO SECRETARIADO DE GUARULHOS INDICAM INSTABILIDADE NO GOVERNO E MAIS NOTÍCIAS

January 8, 2019

DÓRIA ANULA VERBA DE 20 MILHÕES PARA ASFALTO EM GUARULHOS

No apagar das luzes do governo estadual anterior, dia 26 de dezembro, o então governador Márcio França abriu um crédito especial de 20 milhões de reais para obras de infraestrutura urbana em Guarulhos. Estes recursos faziam parte de um pacote de bondades do governador que saía. Destacava-se a cidade em que o ex-governador tinha sido prefeito, São Vicente, com 47 milhões de reais. No último final da semana o novo governador, João Dória, anulou o repasse de todas estas verbas empenhadas,  mas ainda não transferidas aos municípios.

 

AEROPORTO DESMENTE BOATO DE FECHAMENTO DE ACESSO

Em cada boato há um fundo de verdade, diz o ditado. Nem sempre isto se confirma. Mas, no boato que tinha até data marcada para o fechamento de um acesso importantíssimo para milhares de trabalhadores ao aeroporto, o ditado vale. O fundo verdade que gerou o boato, agora desmentido pela concessionária do aeroporto, foi a medida da GruAirpot de fechar com cerca o caminho mais fácil e seguro dos trabalhadores ao aeroporto, obrigando-os a percorrer sem calçadas as margens da Rodovia Hélio Smidt e as alças de acesso aos terminais. Diz a concessionária que não tem, nem teve, intenção de fechar a chamada “pontinha” sobre o Rio Baquirivu que facilita o acesso ao aeroporto por quem mora em vastíssimas regiões de Guarulhos, especialmente na região do Taboão e bairros vizinhos, na região do São João e bairros vizinhos.

 

MUDANÇAS NO SECRETARIADO DE GUARULHOS INDICAM INSTABILIDADE NO GOVERNO

Em dois anos passaram três secretários de educação, indo agora para o quarto. Está indo para o terceiro ocupante do cargo de secretário de Governo. A doutora secretária da Saúde é a terceira no cargo. Mudou o comando da Secretaria de Obras, da Secretaria de Administração, da Secretaria de Transportes, da secretaria de Serviços Públicos, da Secretaria de Assistência Social, da Secretaria do Meio Ambiente, da Secretaria de Justiça, da Secretaria da Habitação. Agora muda o titular da Secretaria da Fazenda. Extintas as secretarias de Cultura e de Esportes foram depois ressuscitadas. O SAAE teve dois superintendentes. A Proguaru três presidentes. O IPREF dois presidentes. O vice-prefeito foi posto no exílio dentro da própria cidade. Como cada novo titular demora pelo menos uns seis meses para se ambientar, o atual governo de Guarulhos tem sido um laboratório de ensaios e erros. Passados dois anos, o governo Guti está ainda sendo montado.

 

ALMIRANTE ATROPELA OS CAMINHONEIROS COM O FIM DO SUBSÍDIO AO DIESEL

O novo ministro das Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque, declarou, nesta segunda (7), que o subsídio ao diesel é coisa do passado. Terminou, segundo ele, em 31 de dezembro. A redução do preço bancada pelo governo foi concedida para acabar com a greve dos caminhoneiros e de empresas de carga, que paralisaram o Brasil durante semanas em 2018.  Havia faixas pedindo intervenção militar em vários pontos de concentração de caminhões parados nas estradas durante a greve. Estes caminhoneiros conseguiram seu desejo. O novo ministro vem da Marinha. Só que o resultado prático para os caminhoneiros foi o contrário do que esperavam. A próxima derrota para os militares no poder certamente será a queda do tabelamento que estabelece um preço mínimo para o frete. 

  

MAIORIA A FAVOR DA EDUCAÇÃO SEXUAL E DISCUSSÃO POLÍTICA NAS ESCOLAS

Datafolha divulgado nesta terça (8), indica que 71% dos pesquisados em todo o Brasil acham que a escola tem que ser também um lugar de debate sobre a política. Com razão, pois todos sabem a importância que tem na vida da sociedade as decisões governamentais, que são decisões políticas. Quanto à educação sexual nas escolas, também há uma maioria que julga necessária. São 54% dos pesquisados. Eles entendem que problemas como gravidez precoce, transmissão sexual de doenças, violência contra a mulher, machismo, homofobia têm que ser prevenidas também na escola, não só na família. Dado interessante neste caso de educação sexual é que as mulheres aprovam (56%) em maior número do que os homens (52%). Evidentemente nos dois casos há uma dosagem conforme o ciclo de estudos e a idade dos estudantes.

 

DISTRIBUIÇÃO DAS OPINIÕES POR RELIGIÃO E ESCOLARIDADE

Católicos, espíritas, religiões afro, sem religião, são os que mais apoiam a educação sexual nas escolas (de 56% a 72%). Os que menos apoiam são evangélicos (de 39% a 46%). Entre as pessoas com maior escolaridade, curso superior, 63% apoiam a medida de educação sexual, e 83% apoiam a discussão de temas políticos nas escolas. Como a maior parte dos detentores de ensino superior apoiou o novo governo que é contra as duas matérias nas escolas, certamente o fez por motivos outros.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload