© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: 17 MILHÕES DE PASSAGENS FORAM PAGAS A R$ 4,70 EM GUARULHOS, MÉDICOS ABANDONAM A CIDADE POR FALTA DE CONDIÇÕES DE TRABALHO E MAIS NOTÍCIAS

January 16, 2019

EM UM ANO, 17 MILHÕES DE PASSAGENS FORAM PAGAS A R$ 4,70 EM GUARULHOS

No total do ano passado, foram 144 milhões de vezes que as pessoas usaram o transporte coletivo nas linhas que trafegam apenas dentro da cidade de Guarulhos. Em 17 milhões de vezes o pagamento da passagem foi feito com dinheiro, R$ 4,70, uma tarifa campeão nas cidades do estado. São dados do ano de 2018 divulgados pela Secretaria de Transportes de Guarulhos. O bilhete único pré-pago, a R$ 4,30, chamado de ‘cartão cidadão’, foi usado 16 milhões de vezes no ano, portanto menos do que os que pagaram em dinheiro. Para fechar a conta do ano, o restante das pessoas usaram o transporte coletivo municipal pagando com o vale-transporte ou o passe escolar, e uma parte se valeram da gratuidade, especialmente homens e mulheres com 60 anos ou mais. Por dia são transportados cerca de 430 mil passageiros no sistema municipal de Guarulhos.

 

PREFEITURA QUER RETIRAR OS COBRADORES DOS ÔNIBUS

O plano da Prefeitura nesta gestão é com a tarifa maior quando paga em dinheiro criar condições para acabar com a função de cobrador. Os ônibus intermunicipais já não têm cobrador. Quem usa estes ônibus nota o quanto é difícil ao motorista, ao mesmo tempo, dirigir, cobrar a passagem, controlar a catraca, dar informações, verificar se todos desceram no ponto. Existe uma lei em Guarulhos que garante o cobrador no sistema municipal. A atual administração vai ter que revogar a lei na Câmara Municipal. Não será fácil, pela oposição do Sindicato a esta medida que gera desemprego. Os próprios motoristas ajudarão a defender o emprego dos cobradores e cobradoras.  

 

P.A. ALVORADA NOVAMENTE SEM MÉDICOS

O P.A. Alvorada passou a tarde e a noite desta terça-feira (15) sem atendimento por falta de médico. Para piorar, não havia o serviço de transporte de pacientes para outra unidade de saúde. Segundo os usuários deste pronto atendimento, essa situação tem se tornado rotineira e todas as promessas de melhora não tem sido cumpridas pela prefeitura de Guarulhos.

 

CONTINUA A SAÍDA DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE DE GUARULHOS

Somente nesta última sexta-feira (11), foram 31 profissionais de saúde que tiveram seus pedidos de demissão atendidos pela Prefeitura. Entre eles 10 médicos, dois enfermeiros, cinco auxiliares de enfermagem, três atendentes SUS, quatro Agentes Comunitários, um técnico de saúde bucal, um psicólogo, um assistente social. A crise na saúde de Guarulhos envolve falta de insumos para o atendimento adequado dos usuários e também muitos atrasos nos pagamentos de médicos e funcionários da saúde nas empresas terceirizadas. Essa situação tem provocado pedidos de demissão, o que piora ainda mais o serviço de saúde do município. Diante desta situação a Prefeitura prorrogou por mais dois anos a validade do concurso de agente comunitário de saúde que caducaria no dia 19 deste mês de janeiro.  

 

DECRETO ASSINADO POR BOLSONARO DESAGRADA OS ARMAMENTISTAS E OS PACIFISTAS

O decreto que flexibiliza a posse de armas, assinado nesta terça (15) com grande pompa, não agradou nem os que queriam o “liberou geral”, como no Velho Oeste norte-americano, e muito menos os que defendem o desarmamento da população.  O texto do decreto sobre a posse de armas considera que podem ter licença para comprar armas e guardá-las em casa ou no estabelecimento (até 4 armas), os “residentes em área rural”, “residentes em áreas urbanas com elevados índices de violência”, e “titulares ou responsáveis legais de estabelecimentos comerciais ou industriais”. Isso desagradou os pacifistas, que consideram quanto mais armas houver nas mãos das pessoas, mais mortes acontecerão. O decreto se refere à posse de armas e não ao porte. O porte é a licença para a pessoa andar armada fora de casa ou do estabelecimento. Isso frustrou os interessados em passear com revólver ou pistola nas ruas, para, se necessário, resolver à bala uma briga de trânsito.

 

NO BRASIL, METADE DAS MULHERES ASSASSINADAS SÃO POR ARMA DE FOGO

Os crimes passionais são a causa amplamente majoritária de assassinato de mulheres no Brasil. Por ano, cerca de 5 mil mulheres são assassinadas no país, 50% com arma de fogo. Os dados são do Instituto Sou da Paz. Os criminosos são em regra considerados “pessoas de bem” até as tragédias se consumarem. No Estado de São Paulo, levantamento do Ministério Público em 161 cidades mostrou que 97% dos assassinatos de mulheres foram feitos por maridos, ex-maridos, companheiros, ex-companheiros, namorados, ex-namorados. Uma parte significativa dos crimes ocorreram dentro de casa. O que faz supor que, com mais armas dentro de casa as principais vítimas não serão os bandidos, serão as mulheres.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload