© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: SABESP NÃO ESCLARECE CAUSAS DO CORTE DE ÁGUA NA REGIÃO DA RUA QUE AFUNDOU EM GUARULHOS, EMENDAS DE VEREADORES AO ORÇAMENTO NÃO FORAM PAGAS PELA PREFEITURA E MAIS NOTÍCIAS

February 7, 2019

SABESP NÃO ESCLARECE CAUSAS DO CORTE DE ÁGUA NA REGIÃO DA RUA QUE AFUNDOU EM GUARULHOS

Na tarde desta quarta-feira (6), afundou o asfalto e abriu uma cratera na Rua Belarminio Antonio Garcia, uma travessa da avenida Martins Junior, no bairro de Santa Emília, região do Taboão. Além dos problemas de trânsito, pois a rua foi interditada, cerca de 30 mil pessoas estão com a falta de água na região. O atendimento da SABESP, que substituiu o SAAE, informa para quem liga, que a falta de água é por causa de uma manutenção que está sendo realizada no bairro, e que não tem informações sobre a relação das obras com o desabamento na rua. Mas, para o SPTV da Rede Globo, a SABESP informou que suspendeu o abastecimento de água na região por conta desse episódio e está verificando o que de fato ocorreu. Funcionários da empresa de materiais de escritório, que fica ao lado de onde o asfalto cedeu, dizem que há dias já verificavam que minava água na base do muro da empresa, e que já haviam informado a SABESP sobre isso.

 

REFORMA DO PA PARAÍSO EM GUARULHOS PODE ACONTECER COM RECURSOS DO BRADESCO

O Bradesco ganhou a concorrência pública para receber e repassar os recursos mensais da Folha de Pagamento da Prefeitura de Guarulhos. Como pagamento à Prefeitura deste aporte de mais de 20 mil clientes, o Bradesco vai pagar 42 milhões de reais à Prefeitura. Este dinheiro líquido vai ser usado em obras de infraestrutura, entre elas consta a tão esperada reforma e reequipamento do Pronto Atendimento Paraíso, no Taboão, fechado há mais de ano para reformas que nunca iniciaram. Não será uma bondade do Bradesco, pois além do aporte de milhares de clientes novos, irá transitar anualmente pelo banco algo próximo a 1 bilhão e 600 milhões de reais.  

 

ESCOLA MUNICIPAL COM PROBLEMAS DE CONSERVAÇÃO NÃO COMEÇOU AS AULAS EM GUARULHOS

A rede municipal de Guarulhos iniciou as aulas para 116 mil alunos e alunas na última terça (5). Mas isso não ocorreu na escola Mauro Roldão, no Parque Stella, Pimentas. Isso porque o telhado que estava vazando água nas classes ainda não foi consertado a tempo pela Prefeitura. As carteiras e o material didático estão sendo transferidos para o CEU Pimentas que fica a mais de um quilômetro da escola, para provisoriamente a escola funcionar lá, enquanto a Proguaru, empresa da Prefeitura, recebe as telhas e faz o telhado novo. Se tudo der certo em cerca de dois meses a escola volta a funcionar. Haverá neste tempo uma repercussão no uso do CEU pela comunidade, pois nos dias de aula ele ficará fechado ao público.

 

CRECHE QUE ATENDE 600 CRIANÇAS EM GUARULHOS PASSA POR DIFICULDADES FINANCEIRAS

A Casa Amor ao Próximo, no bairro do Inocoop, uma das mais tradicionais entidades beneficentes de Guarulhos, com 24 anos de atividade, passa agora por dificuldades financeiras que a levaram a atrasar o pagamento de 60 funcionárias e funcionários. A principal atividade da Casa é o atendimento em creche de 600 crianças. Mas desenvolve também atividades com jovens e adultos em cursos profissionalizantes. A causa principal das dificuldades financeiras foi o déficit ocorrido no ano passado com estas outras atividades, por causa de um conflito entre a Prefeitura e a Câmara Municipal que repercutiu negativamente nesta e em outras entidades beneficentes. A creche continua funcionando e a Prefeitura se comprometeu a repassar as verbas da educação neste mês de fevereiro para que a entidade regularize o pagamento de seu pessoal.

 

EM GUARULHOS EMENDAS DE VEREADORES AO ORÇAMENTO NÃO FORAM PAGAS PELA PREFEITURA

A Câmara Municipal, por iniciativa parlamentar, havia aprovado em 2017 verbas no orçamento de 2018 para obras, serviços, e também para entidades beneficentes. Uma das entidades beneficiadas por estas emendas parlamentares era a Casa Amor ao Próximo, para ministrar cursos profissionalizantes a mais de uma centena de pessoas. Os cursos aconteceram, mas a verba não chegou. A Câmara havia aprovado mudança na Lei Orgânica que obrigava a Prefeitura a honrar o pagamento de emendas dos vereadores ao orçamento municipal, desde que o total da Câmara não ultrapassasse 1% do orçamento. No Judiciário a Prefeitura conseguiu derrubar a mudança. E as verbas da Câmara então não chegaram às entidades causando um déficit na casa Amor ao Próximo que, penosamente e com prejuízo a seus mantenedores privados, a entidade, que é muito séria, veio procurando superar.

 

AULA INAUGURAL DO CURSO DE FÉ E POLÍTICA DA IGREJA CATÓLICA DE GUARULHOS

Nesta sexta (8), o projeto de formação política e social da Igreja Católica de Guarulhos vai iniciar sua etapa de 2019 com uma palestra e debate sobre a dívida pública brasileira, com o professor de economia da Unicamp, Plínio de Arruda Sampaio Junior. O evento desta sexta será às 19:30 horas, no auditório do Sindicato da Construção Civil, Rua Santo Antônio, esquina com Rua Diogo de Faria, no Centro da cidade. O projeto Fé e Política já completa quatro anos e se destina especialmente, não exclusivamente, a membros das pastorais sociais da igreja, que atuam voluntariamente com crianças, jovens, adultos, idosos, povo de rua,saúde, educação, meio ambiente e outras áreas de interesse social. E que também atuam na política partidária. Seu objetivo é uma melhor compreensão do universo político em que católicos estão inseridos. O fundamento dos cursos tem como base a doutrina social da Igreja Católica e seus posicionamentos nas grandes questões de poder que repercutem na sociedade.

 

GOVERNO BOLSONARO PODE ACABAR COM O MAIS MÉDICOS

O primeiro e segundo mês do governo Bolsonaro estão cheios de notícias confusas e até contraditórias em todas as áreas. Agora, o ministro da Saúde diz que poderá acabar com o programa Mais Médicos, ao menos nas grandes e médias cidades, ficando talvez apenas no que ele chama de “Brasil profundo”, áreas de florestas, áreas ribeirinhas, bem distantes dos centros urbanos. A secretária de Gestão do Trabalho no Ministério da Saúde, cargo responsável pelo Mais Médicos, é mais categórica. Ela declarou que quando se encerrar o preenchimento das vagas abertas com a saída dos 8.517 médicos cubanos, novos editais de convocação não serão abertos. Ainda faltam ser preenchidas 1.462 vagas. E quando em março começarem os cursos de residência médica, centenas outras de vagas ficarão vazias por desistência dos novos médicos, que irão voltar às cidades onde têm cursos de residência médica. O fim do programa será uma vitória para as entidades da classe médica, que sempre se opuseram aos Mais Médicos e teceram pontes com o Governo Bolsonaro desde a campanha eleitoral.

 

NOVA CONDENAÇÃO DE LULA TERÁ ATO DE PROTESTO NESTA QUINTA EM SÃO PAULO E OUTRAS CAPITAIS

A nova condenação do ex-presidente Lula a 12 anos e 11 meses de prisão tem atos de protesto convocados pelo PT para esta quinta (7) no fim da tarde em São Paulo (Rua Silveira Martins, Sé) e em várias capitais. A condenação traz mais desgastes para a imagem de Lula e do PT, pois para a maioria dos que se pautam pelo senso comum, a Justiça é justa. O problema é que neste caso, o juiz que primeiro condenou Lula, Sérgio Moro, renunciou à sua carreira na Justiça para iniciar carreira política no Ministério da Justiça no governo que ajudou a eleger. Lula declarou em seu depoimento neste caso em que agora foi condenado que o processo contra ele, como o anterior, era uma farsa. Acrescentou na ocasião: “Não sei se vou viver o suficiente para que venha à luz a verdade, porque aos 73 anos a natureza é implacável”. O Supremo Tribunal federal marcou para 10 de abril o julgamento se é ou não constitucional a prisão após sentença de segunda instância. O que repercutiria sobre a prisão de Lula. Mas até lá o STJ, terceira instância já poderá ter referendada a primeira condenação que o levou à prisão.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload