© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: SECRETÁRIO DA HABITAÇÃO DE GUARULHOS PEDE DEMISSÃO, AÇÃO POPULAR E MANIFESTAÇÃO HOJE CONTRA TARIFA DE ÔNIBUS EM GUARULHOS E MAIS NOTÍCIAS

February 12, 2019

SECRETÁRIO DA HABITAÇÃO DE GUARULHOS PEDE DEMISSÃO

A secretaria da Habitação de Guarulhos vai para seu quarto secretário em dois anos. O atual secretário, Fernando Evans, que a dirigia há um ano, pediu demissão. Ele comandava a elaboração de um plano de habitação para, entre outros desafios, chegar a um acordo com o Ministério Público a respeito de 92 áreas municipais habitadas por cerca de dez mil famílias, e que são objeto de 54 ações judiciais de reintegração de posse ou regularização. Além disso, há uma enorme crise habitacional na cidade agravada pelo desemprego, o que tem levado a novas ocupações, cujos conflitos sempre refletem na Secretaria da Habitação.  As verdadeiras razões do pedido de demissão estão ligadas a um orçamento insuficiente para enfrentar tantos problemas e à falta de quadros técnicos essenciais para formular concretamente o plano de habitação deste governo. 

 

AÇÃO POPULAR E MANIFESTAÇÃO HOJE CONTRA TARIFA DE ÔNIBUS EM GUARULHOS

Entidades populares, entre elas o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MTST), marcaram para esta terça (12) uma manifestação à tarde, partindo da Igreja Matriz, contra os aumentos das tarifas de ônibus municipais em Guarulhos. São tarifas no plural (R$ 4,45 no bilhete único; 4,70 no dinheiro; 4,94 no vale transporte). No judiciário local, 1ª Vara da Fazenda Pública, corre iniciativa do advogado Edson Belo, com pedido de urgente decisão liminar, para cancelar estas tarifas diferenciadas e exigir da Prefeitura os documentos que justifiquem os reajustes. Segundo o advogado, que obteve 1.645 votos de seus colegas para presidente local da OAB em recente eleição, leis federais que regulam tarifas públicas impedem esta multiplicidade, e a lei que criou o vale-transporte também impede a diferenciação da tarifa. Ainda não houve resposta do Judiciário nesta ação popular.

 

BAIRROS DE GUARULHOS SOFREM COM FALTA DE ÁGUA E DEMORA NO ATENDIMENTO DA SABESP 

Moradores do Cabuçu dizem que há 2 dias falta água no bairro e que o atendimento da SABESP não informa sobre quando o fornecimento será normalizado. Moradores da Vila União em Guarulhos, último bairro da região alta do Taboão, estão sem fornecimento regular de água desde a última quinta-feira (7). Na última semana, faltou água no Jardim Santa Clara e na região da Ponte Alta. Além disso, a SABESP tem demorado muito para atender reclamações de vazamento de água. Um exemplo grave de atendimento lento: funcionários da empresa de materiais de escritório, que fica ao lado de onde o asfalto cedeu (Rua Belarminio Antonio Garcia, uma travessa da avenida Martins Junior, no bairro de Santa Emília, região do Taboão), disseram que há dias já verificavam que minava água na base do muro da empresa, e que já haviam informado a SABESP sobre isso. A SABESP só apareceu quando a rua afundou.

 

 

DÓRIA VAI ENFRENTAR MAIS DIFICULDADES QUE ALCKMIN NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

A acirrada disputa entre Dória e Márcio França pelo governo paulista deixou um quadro mais complexo para o novo governador na Assembleia Legislativa. Além disso as privatizações propostas, inclusive da SABESP, muitas polêmicas, terão que passar pela Assembleia. São 94 deputados e deputadas. O PT, o PSOL e o PCdoB, na oposição têm 15 parlamentares. O PSB de Márcio França e o PSL que se declaram independentes e têm 23. Partidos que já declararam apoio a Dória têm em torno de 30 deputados e deputadas. Mas além destes 30 tem mais uns 27 que participam de conversas com o governador. A dificuldade está nos interesses individuais de muitos deputados e deputadas, nos interesses da direções de 24 partidos com representação na Assembleia. A tendência é o governador ter maioria, mas às custas de voltar à velha política.   

 

ATLAS DA VIOLÊNCIA MOSTRA QUE MAIS DE MEIO MILHÃO DE BRASILEIROS E BRASILEIRAS FORAM ASSASINADOS EM 11 ANOS

Em onze anos, de 2006 a 2016, foram registrados 602.906 assassinatos em todo Brasil, de acordo com o levantamento dos dados do Atlas da Violência do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), divulgado nesta terça-feira (11). Isso significa que em pouco mais de uma década, a população de uma cidade do tamanho de Ribeirão Preto foi exterminada no Brasil. O mesmo relatório indica que o índice de esclarecimento dos casos é de apenas 25% e que a grande maioria é arquivada ainda na fase de investigação porque não foi possível identificar um suspeito da autoria.

 

TRÊS BANCOS PRIVADOS DO PAÍS LUCRARAM 60 BILHÕES DE REAIS EM 2018

O Itaú, o Bradesco e o Santander, os três maiores bancos privados do país lucraram 60 bilhões de reais em 2018. É só comparar com a mega-sena acumulada, que parece quantia enorme quando chega a 200 milhões de reais. Os acionistas destes bancos receberam em suas contas 37 bilhões de reais no ano, sem ter que pagar qualquer imposto, pois a lei brasileira isenta de imposto a distribuição de dividendos originados no lucro dos bancos. Quem mais pagou dividendos a seus acionistas foi o Itaú: 16 bilhões de reais embolsados como resultado de apenas um ano sem pagar um tostão de imposto de renda. Este é um dos paraísos fiscais brasileiros.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload