© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: CONFERÊNCIAS REGIONAIS DE SAÚDE COMEÇAM NESTE SÁBADO, LEI IMPEDE ABERTURA DE OUTRA FACULDADE DE MEDICINA EM GUARULHOS E MAIS NOTÍCIAS

February 14, 2019

PREFEITURA DE GUARULHOS SE OMITE NA DIVULGAÇÃO DA CONFERÊNCIA DE SAÚDE

Neste sábado (16) das 8 às 14 hs no Adamastor Centro começa a primeira das quatro conferências regionais de saúde em Guarulhos, uma para cada região em que se divide a Secretaria da Saúde.  Mas, a Prefeitura se omite na divulgação deste evento importante que discute o principal problema da população e o principal fracasso da atual administração. Quem está convidando a população é o Fórum Popular de Saúde, uma organização da sociedade, algumas outras entidades populares e alguns abnegados servidores municipais da área da saúde. A Prefeitura resolveu dar um nome pejorativo para estas etapas regionais. Ela as chama de miniconferências. Sua ausência na divulgação parece indicar quer efetivamente as quer mini.

 

A IMPORTÂNCIA DAS CONFERÊNCIAS DE SAÚDE QUANDO O SUS COMPLETA 30 ANOS

A Conferência Municipal de Saúde de 2019, quando o SUS completa 30 anos, é a primeira etapa que será seguida pela conferência estadual e depois pela nacional. Será este ano a 16ª Conferência Nacional de Saúde, que está sendo chamada de 8ª mais 8. Isto porque a oitava conferência nacional foi a que deu as diretrizes para o Sistema Único de Saúde, que a Constituição de 1988 consagrou e que tem como nobre finalidade a universalização de um atendimento público de qualidade à população. Mas, há uma crise no sistema, como se constata intensamente em Guarulhos, e como se noticia em todo o Brasil. Por isso, nas conferências locais, estaduais e nacional, os temas a serem tratados serão os mesmos da 8ª Conferência: Saúde como direito; Financiamento do sistema público de saúde; Participação social; Direito à saúde integral.

 

NESTA QUINTA (14), CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE ELEGE SEU PRESIDENTE

O atual presidente do Conselho Municipal de Saúde de Guarulhos, Rogério de Oliveira, é candidato à reeleição para a presidência do Conselho, que se reúne nesta quinta (14) a fim de escolher sua direção para 2019. Há um ano atrás, ele venceu por apenas um voto, 21 a 20. Rogério é secretário geral do Sindicato dos Trabalhadores Municipais, STAP. Ele conta com o apoio da representação dos usuários do sistema de saúde, além do apoio da representação dos trabalhadores. Esta aliança visa a evitar que representante da Prefeitura ou das entidades beneficentes ou privadas que atuam no sistema de saúde assumam a presidência do Conselho.

 

LEI DE TEMER IMPEDE ABERTURA DE OUTRA FACULDADE DE MEDICINA EM GUARULHOS

A UNISA (Universidade Santo Amaro) abriu uma unidade em Guarulhos e as aulas tiveram início neste mês de fevereiro. Esta instituição tem faculdade de medicina no campus que possui em Interlagos (Zona Sul de São Paulo) a um custo de 8.900 reais por mês, mas não trouxe o curso de medicina para Guarulhos e isso se deve sobretudo pela dificuldade de se aprovar um curso de medicina no Brasil. A aprovação é feita pelo Ministério da Educação, que sofre muita pressão do Conselho Federal de Medicina (CFM), que, com o discurso de zelar pela qualidade da formação de médicos, dificulta que novas faculdades da área sejam abertas. Em abril de 2018, foram aprovadas pelo governo Temer duas portarias que definiram que novas autorizações para abertura de cursos de medicina não serão concedidas ao menos pelos próximos cinco anos para, como explicou o MEC na época: “podermos avaliar o quadro de formação médica no Brasil”. Continue lendo depois da propaganda...

JUSTIÇA SUSPENDE AUMENTO DA PASSAGEM DE ÔNIBUS NA CIDADE DE SÃO PAULO

A Justiça paulista suspendeu o aumento da tarifa de ônibus da capital paulista ocorrido no início de janeiro. A decisão foi tomada pela juíza Carolina Martins Clemencio Duprat Cardoso, da 11ª Vara da Fazenda Pública, na noite de ontem (13), tem caráter liminar e atende a pedido da Defensoria Pública, que alega que o valor não tem justificativa aceitável, por ser muito superior à inflação do período. A Defensoria argumentou ainda que o reajuste não foi discutido no Conselho Municipal de Trânsito e Transportes, que tem essa atribuição, e que os contratos emergenciais não têm base legal para efetivação de reajuste.

 

PEDIDO SEMELHANTE FOI FEITO EM GUARULHOS

Em Guarulhos, corre iniciativa do advogado Edson Belo, com pedido de urgente decisão liminar, para cancelar as tarifas diferenciadas de ônibus (R$ 4,45 no bilhete único; 4,70 no dinheiro; 4,94 no vale transporte) e exigir da Prefeitura os documentos que justifiquem os reajustes. Segundo o advogado, leis federais que regulam tarifas públicas impedem esta multiplicidade, e a lei que criou o vale-transporte também impede a diferenciação da tarifa. Ainda não houve resposta do Judiciário nesta ação popular.

 

ALUNOS SAEM DO ENSINO MÉDIO COM NOTA DE ENSINO FUNDAMENTAL

Dados do Saresp, exame que avalia os conhecimentos em português e matemática, concluíram que alunos e alunas da rede estadual de São Paulo quando concluem o ensino médio têm notas em português e matemática correspondentes ao último ano do ensino fundamental, o 9º ano. Esta é a nota média. Portanto tem estudantes em situação pior do que esta. E a pesquisa concluiu também que, em média, estudantes do nono ano do fundamental, têm o conhecimento que se esperava ter no sexto ano do ensino fundamental. Ainda no final do ensino fundamental dois terços dos alunos e alunas não sabem resolver uma conta de porcentagem e 45% não conseguem interpretar um texto. O PSDB vem, através de seus governos sucessivos, comandando a educação no estado de São Paulo há 24 anos. 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload