FIQUE LIGADO: FORMADO EM GUARULHOS AMPLO MOVIMENTO SUPRAPARTIDÁRIO PROGRESSISTA, ALUNOS FAZEM GRAFITE NAS PAREDES DAS SALAS DE AULA E MAIS NOTÍCIAS

February 19, 2019

FORMADO EM GUARULHOS AMPLO MOVIMENTO SUPRAPARTIDÁRIO PROGRESSISTA

Na noite deste segunda (18), começou a ser criado em Guarulhos um Movimento Suprapartidário Progressista pela Democracia. Os primeiros patrocinadores convidarão outros para serem co-patrocinadores do movimento. O movimento é iniciativa de pessoas e não de entidades. As pessoas que começaram este movimento participam, com cargos de direção ou não, de sete partidos (PDT, PCdoB, PT, PSOL, REDE, SD, PV); de sete sindicatos (Metalúrgicos, Têxteis, Bancários, Sindentregas, Apeoesp, Condutores, Comerciários); de vários movimentos populares ( Frente Povo Sem Medo, Frente Brasil Popular, Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, Movimento contra o Aterro do Cabuçu, Movimento de Luta por Moradia); de lideranças católicas e evangélicas; de parlamentares; de servidores públicos; de professores do ensino fundamental à universidade; de frentes pela democracia (Frente Antifascista, Frente Democrática).

 

PRINCÍPIOS QUE ORIENTAM O MOVIMENTO SUPRAPARTIDÁRIO PROGRESSISTA

1º Oposição às políticas restritivas de direitos, conservadoras, ultraneoliberais, repressivas, antidemocráticas, e contrárias à soberania nacional, do atual governo federal; 2º Oposição aos aspectos destas políticas que se repetem nos governos atuais de Guarulhos e do Estado de São Paulo; 3º Disposição para debater as alternativas a estas políticas consideradas nefastas pelo Movimento; 4º Fazer um diagnóstico atualizado dos principais problemas de Guarulhos e das soluções para eles, sem entrar no assunto de candidaturas em 2020; 5º Esforço para atuar em conjunto nas lutas políticas e sociais decorrentes dos princípios anteriores. Formaram-se quatro comissões para preparar os seguintes temas para a próxima reunião ampliada do Movimento, que se realizará em março: Reforma da Previdência; Defesa dos direitos civis e debate crítico do pacote de novas leis penais, processuais e carcerárias do governo federal;  Principais problemas de Guarulhos e suas soluções; Comunicação e relação com a sociedade. A reunião resolveu divulgar a existência do movimento em formação, os princípios norteadores do movimento e de sua composição.

 

ALUNOS DE ESCOLA EM GUARULHOS FAZEM GRAFITE NAS PAREDES DAS SALAS DE AULA

Tem chamado atenção nas mídias sociais um projeto do grêmio estudantil da Escola Estadual Parque Jurema III, na região dos Pimentas. Os alunos, em parceria com os professores e a direção do colégio, decidiram grafitar as paredes das salas de aula, homenageando brasileiros relevantes da literatura, das artes plásticas, da música e do esporte. Para a escolha dos homenageados, foi feita uma consulta entre os alunos para sugerirem nomes e uma votação para definir quais os 34 que seriam retratados com sprays de tinta. O resultado foi, além de desenhos incríveis nas paredes das salas de aula, um debate intenso e criativo sobre a cultura nacional.

 

APEOESP GUARULHOS DENUNCIA INTERVENÇÃO NO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO

Em declaração oficial, o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo, APEOESP, subsede Guarulhos, denuncia intervenção do governo municipal no Conselho Municipal de Educação. Segundo a APEOESP, a intervenção ocorreu através da presidente do Conselho, que é membro da direção do Sindicato dos Trabalhadores Municipais, STAP. A presidência afastou vários membros do Conselho interpretando a cláusula que os mandatos de três anos, permitem a recondução de seus membros por uma única vez. Segundo a APEOESP, isso se aplica a mandatos seguidos e não a novos mandatos depois de interrupção por três anos, como foi a regra seguida até aqui, e que acontece com a representação da APEOESP e de outras entidades. A declaração interpreta que a intervenção objetiva suprimir representantes  da sociedade civil para facilitar a homologação das ações governamentais. A exclusão sumária de membros de várias entidades, segundo a APEOESP, não levou em conta o direito de que elas fizessem as substituições. A entidade denuncia ainda que foram excluídas entidades novas que surgiram na cidade depois da lei que criou o Conselho e que neles foram acolhidas à espera da atualização da lei. Segundo a APEOESP, governos anteriores desde o ano de 2000 suportaram conflitos com o Conselho sem nunca intervir nele.

 

MÃES E PAIS DA ESCOLA INTERDITADA NOS PIMENTAS SE REÚNEM COM O NOVO SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO DE GUARULHOS

O problema da escola Mauro Roldão no Parque Stella, Pimentas, interditada para reforma no telhado, com as aulas transferidas provisoriamente para o CEU Pimentas, já foi tratado em duas reuniões com o novo secretário da Educação de Guarulhos, Paulo Matheus da Silva. A primeira, realizada na Secretaria da Educação, foi cheia de conflitos e até com gritos e socos na mesa por parte do secretário. Outra ocorreu nesta segunda (18) na própria escola, com a presença do secretário, de cerca de 60 mães e pais, e da direção da escola. A comunidade reivindicou prazo para a reforma do telhado, razão da interdição da escola. O cronograma da obra ficou de ser apresentado em março, depois do carnaval. Além disso solicitaram à Secretaria da Educação, entre outros itens, banheiros adaptados às diversas faixas de idade, equipamentos de playground, transporte escolar gratuito, e melhorias, pela Prefeitura, no entorno da escola.

 

CENTRAIS SINDICAIS REALIZAM ASSEMBLÉIA ABERTA CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA NESTA QUARTA (20) NA PRAÇA DA SÉ

As centrais CUT, CGTB, CTB, CSB, CSP-Conlutas, Força Sindical, Intersindical e Nova Central convocaram uma assembleia nacional, aberta ao público em São Paulo nesta quarta-feira (20), para definir um plano unitário de lutas contra a chamada reforma da Previdência. O ato vai acontecer no mesmo dia em que o governo Bolsonaro deve enviar ao Congresso Nacional a sua proposta de emenda à Constituição (PEC) que pretende restringir o acesso às aposentadorias dos setores público e privado. Em São Paulo, os trabalhadores se reúnem a partir das 10h da manhã na Praça da Sé, no centro da capital. Outros atos e mobilizações também devem ocorrer em pelo menos nove estados (Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e Sergipe).

 

PRIMEIRA DEMISSÃO DE MINISTRO REFORÇA PRESENÇA MILITAR NO GOVERNO FEDERAL

Apenas um mês e meio no cargo. Gustavo Bebianno, coordenador da campanha de Bolsonaro, demitido do importante ministério, a Secretaria-Geral da Presidência da República, teve nomeado em seu lugar mais um general, o oitavo ministro militar num governo que tem um ex-capitão como presidente e um general como vice. Floriano Peixoto, o novo general ministro já atuava na Secretaria-Geral com outro colega general. O civil defenestrado, Bebianno, não aceitou a oferta de um polpudo salário na diretoria da Hidrelétrica de Itaipu no Paraná, nem uma embaixada em Roma ou Lisboa. O presidente o queria longe do país pelo temor de que, magoado, contasse os segredos da campanha eleitoral e da personalidade do presidente. Este perigo ronda o Planalto.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus