FIQUE LIGADO: PM ENTRA EM ESCOLA ESTADUAL PARA IMPEDIR PROTESTO CONTRA O DIRETOR, MULTIDÃO VARA A MADRUGADA EM GUARULHOS POR 350 VAGAS DE PROGRAMA SOCIAL E MAIS NOTÍCIAS

April 5, 2019

PMs ENTRAM EM ESCOLA ESTADUAL PARA IMPEDIR PROTESTO CONTRA O DIRETOR

Policiais militares, um deles apontando arma de groso calibre contra estudantes (veja no vídeo que um policial empurra uma adolescente com a ponta de um fuzil), entraram na noite desta quinta (4) na escola estadual Frederico Brotero, Vila Progresso, Centro expandido de Guarulhos, a pedido do diretor para conter um protesto dos estudantes contra a direção da escola. Vídeos mostram alunos e alunas em coro bradando “Fora o Diretor”, “Abaixo o Diretor”. O protesto começou com o descontentamento dos estudantes do ensino médio contra a intolerância e autoritarismo do diretor José Maria Stanzani, que impede a entrada de alunos que chegam atrasados. A maior parte não mora na região onde fica a escola. Dependem de condução para chegar. Outros trabalham, o que leva a atrasos. Mas as reivindicações se ampliaram contra aulas vagas por causa da falta de professores e outros problemas. Um protesto que deveria ser resolvido no diálogo entre direção e estudantes foi transformado pelo diretor em caso de polícia. E a polícia agiu com evidente exagero, apontando arma, empurrando estudantes.

 

GUARULHOSWEB ADOTA VERSÃO DA POLÍCIA MILITAR CONTRA ESTUDANTES

A manchete do informativo GuarulhosWeb “Após apreensão de maconha, protesto de alunos leva PM à escola Brotero, no Centro” tenta passar a versão policial clássica para justificar a entrada da polícia na escola. A notícia diz que na véspera teria havido prisão de alguns estudantes com maconha. Para o leitor desatento a motivação do protesto é distorcida pelo informativo. Um descontentamento com a direção da escola e as condições de acesso e ensino passa a ser um problema de consumo de drogas.

 

ALUNA QUE FICOU SOB A MIRA DOS PMS EXPLICA O QUE ACONTECEU

Em seu perfil no Facebook, a estudante Janaína Libório, explica o que aconteceu na escola Brotero e diz que houve deturpação dos fatos por parte da imprensa. Segue a postagem de Janaína:

"Gostaria de informar o *CORRETO* motivo para o protesto dos alunos, que não tem nada haver com maconha ou uso de drogas, invertendo a situação, porque a situação é manifestar os nossos direitos contra o diretor que está acabando com a nossa escola, que temos mais aulas vagas do que aula, que não temos tolerância, se chegarmos 19:01 na escola, não podemos entrar, tem muita gente que vem do trabalho, pegamos o ônibus, tem trânsito tem acidentes, diversos fatores, eai chegamos na escola não podemos entrar, e perdemos um dia de aula, ainda fecha o portão antes das 19:00 e somos obrigados a ser enquadrados, que é uma humilhação, ainda mais em ambiente escolar!"

 

MULTIDÃO VARA A MADRUGADA EM GUARULHOS POR 350 VAGAS DE PROGRAMA SOCIAL

Na manhã desta sexta-feira (5), uma fila gigantesca deu volta em todo o prédio do Adamastor Centro, chegando até a altura da Rua Bom Jesus. O objetivo era conseguir uma das 350 vagas para o programa de formação profissional Bolsa Trabalho. Este programa é uma bolsa de formação profissional voltada para quem está desempregado há mais de um ano. Durante o curso, que tem duração de seis meses, os alunos participam de formação em sala de aula durante um dia da semana e nos outros quatro participam de atividades de formação prática em algumas secretarias municipais. Como benefício, os participantes têm direito a bolsa-auxílio (meio salário mínimo por mês), vale-alimentação (R$ 140,00 por mês), vale-transporte (R$ 9,40 por dia) e seguro de vida. Muitos passaram a noite na fila para garantir sua inscrição.

 

ATO EM DEFESA DO SUS ACONTECERÁ NA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA EM GUARULHOS

Com o slogan Nenhum Serviço de Saúde a Menos, um grupo de profissionais e militantes da Saúde pública, participantes do Conselho Municipal de Saúde e lideranças políticas estão organizando um ato em defesa do SUS. A atividade, programada para acontecer na Praça Getúlio Vargas, às 8 da manhã, do dia 8 de abril, tem como objetivo alertar sobre como a crise econômica e política tem colocado em risco o sistema de saúde e como as vitórias eleitorais da ultradireita liberal ampliou esse risco. A falta crônica de: médicos, aprofundada com o anúncio de fim do Programa Mais Médicos, de remédios, de insumos e equipamentos e até mesmo a má conservação dos prédios, tem mantido a saúde pública cotidianamente a beira de um apagão. Em Guarulhos, essa situação tem levado usuários e profissionais da área ao desespero e, muitas vezes, a agressões verbais e físicas.

 

CIDADES NO MUNDO TODO TERÃO MANIFESTAÇÕES PELA LIBERDADE DE LULA NESTE DOMINGO

No dia 7 de abril, em que se completa um ano da prisão política do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, movimentos populares e organizações políticas de 16 países, incluindo o Brasil, irão realizar ações articuladas na Jornada Internacional Lula Livre. As mobilizações vão até o dia 10. Segundo os organizadores, “as manifestações dentro e fora do Brasil vão denunciar o caráter político da prisão do ex-presidente Lula”. Ele foi preso quando era apontado como favorito para ganhar as eleições presidenciais de 2018. O juiz Sérgio Moro, hoje Ministro da Justiça do Governo Bolsonaro, foi o principal artífice da condenação do ex-presidente, acelerando processos e cometendo irregularidades que impediram Lula de ser candidato a Presidente do Brasil em 2018. No Brasil, 17 capitais já confirmaram agenda de mobilizações. Outras 32 atividades estão sendo organizadas em cidades de mais 15 países.

 

CURITIBA DEVE CONCENTRAR A MAIOR MANIFESTAÇÃO

O maior ato em defesa da Liberdade de Lula e da Democracia Brasileira deve acontecer em Curitiba. Milhares de militantes do PT e da esquerda e apoiadores da liberdade do ex-presidente Lula se organizam para estar na Vigília Lula Livre em Curitiba no dia 7 de abril (próximo domingo). Muitos devem chegar no sábado (6) e ficar na concentração para o evento que está marcado para as 10 da manhã de domingo.

 

GRUPO DE FOTÓGRAFOS FAZ LEILÃO PARA ARRECADAR RECURSOS PARA A DEFESA DA LIBERDADE DE LULA

Um leilão realizado em São Paulo e João Pessoa, promovido por um grupo de 43 fotógrafos, arrecadou cerca de 623.900 reais com a venda de 50 fotografias da carreira política e da vida pessoal do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O dinheiro será doado para o Instituto Lula e faz parte de uma campanha civil pela liberdade do petista, preso sem provas há quase um ano em Curitiba. A iniciativa foi destaque em importantes portais de notícias no Brasil e no mundo.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now