© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: HOSPITAL DA CRIANÇA VIVE CAOS COTIDIANO, GOVERNO FEDERAL ESTAVA ESCONDENDO CÁLCULOS DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA E MAIS NOTÍCIAS

April 26, 2019

SECRETARIA DA SAÚDE DE GUARULHOS RECONHECE DEFICIÊNCIAS AO APRESENTAR PLANO DE TRABALHO DE QUATRO ANOS

O Plano Municipal de Saúde para quatro anos, apresentado nesta semana pela Secretaria de Saúde de Guarulhos, reconhece a necessidade de superar graves problemas que vêm sendo apontados pela população que usa o sistema, pelos conselhos gestores das unidades e pelo Conselho Municipal. A Secretaria reconhece que precisa regularizar o abastecimento de medicamentos e materiais; que deve garantir o atendimento de consultas médicas que está deficitário; que deve reduzir a demanda reprimida de exames e pequenas cirurgias e reduzir o tempo de espera; que deve informatizar toda a rede de atendimento e garantir seu funcionamento contínuo. Como garantir isso é que será o principal objeto dos debates da Prefeitura com o Conselho de Saúde e com os movimentos de Saúde da cidade que estão convocando mais uma manifestação para o dia 7 de maio. Além de resolver estes agudos problemas, a Secretaria ainda pretende concluir duas obras nestes quatro anos: a reforma do PA Paraíso no Taboão e terminar as obras no Hospital Pimentas Bonsucesso. 

 

HMCA VIVE CAOS SEM FIM

O Hospital Municipal da Criança e do Adolescente de Guarulhos (HMCA) vive uma situação de caos permanente. Nesta última quinta-feira (25), que precisou de atendimento no HMCA foi testemunha de um cenário terrível: a já esperada superlotação estava ainda pior porque a internet não estava funcionando e isso tornava o atendimento mais demorado, não havia leitos disponíveis e usuários acabaram sendo atendidos em cadeiras ou no chão. A UTI continua interditada e a sala de urgências foi improvisada como UTI. Falta equipamentos e o ar condicionado está quebrado.

 

GOVERNO FEDERAL ESTAVA ESCONDENDO CÁLCULOS DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA

O governo federal teve uma derrota parcial ao ter que abrir os cálculos que fazia das consequências de seu projeto de reforma da Previdência. Antes ele tinha decretado sigilo destes dados. Ainda não os abriu todos. Os que vieram à luz mostraram que o governo divulgava informações diferentes das que possuía. Uma delas: a economia de 1 trilhão de reais em dez anos na verdade era de 1 trilhão e 200 bilhões de reais. Os dados demonstraram várias maldades. Entre elas, as mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC) destinado às pessoas pobres sem qualquer renda. Nesta faixa da população o governo quer economizar 35 bilhões de reais. Com a redução da aposentadoria por invalidez o objetivo é economizar 79 bilhões. Com a redução do abono salarial para quem tem renda baixa a economia pretendida pelo governo é de 169 bilhões de reais. É só comparar com a economia que pretende com os militares:  apenas 10 (dez) bilhões de reais. Para o INSS, o Regime Geral de Previdência dos trabalhadores celetistas e autônomos, a economia pretendida é de 800 bilhões de reais com o aumento do tempo de contribuição, a fixação de idades mínimas para aposentar, e a redução da pensão por morte.                

 

DIRETOR DE MARKETING DO BB É NOVA VÍTIMA DA PERSEGUIÇÃO IDEOLÓGICA DO GOVERNO BOLSONARO

O presidente Jair Bolsonaro pediu, nesta quinta-feira (25), que uma campanha do Banco do Brasil (BB) fosse imediatamente retirada do ar. A campanha voltada para o público jovem trazia a diversidade de pessoas e comportamentos típicos da juventude brasileira contemporânea. A peça não traz nenhum conteúdo inadequado ou polêmico, mesmo assim, além de pedir a suspenção da circulação da propaganda, Bolsonaro também pediu a demissão do diretor de marketing do BB, Delano Valentim, responsável pela aprovação das peças publicitárias, no que foi prontamente atendido pela presidência do Banco. Na manhã desta sexta-feira (26), o governo informou que a partir de agora todas as campanhas publicitárias de empresas estatais devem passar pela aprovação do Planalto. Esse caso reforça duas características do governo Bolsonaro: a primeira é uma perseguição implacável aos que defendem pensamentos e ideias considerados progressistas; a segunda, uma atenção enorme do governo para coisas miúdas e um descaso também enorme para com a crise econômica nacional que já produz mais de 13 milhões de desempregados.

 

EM CAFÉ DA MANHÃ BOLSONARO DIZ QUE TUDO BEM ESTRANGEIRO VIR ATRÁS DE SEXO COM BRASILEIRAS

Em café da manhã com jornalistas nesta quinta-feira (25), ao ser perguntado sobre suas posições homofóbicas, o presidente Jair Bolsonaro respondeu: “o Brasil não pode ser um País do mundo gay, de turismo gay. Temos famílias... quem quiser vir aqui fazer sexo com uma mulher, fique à vontade. Agora, não pode ficar conhecido como paraíso do mundo gay aqui dentro.” Nesse episódio, mais uma vez o presidente demonstra sua grande preocupação por intervir em temas que deveriam estar na esfera da escolha do indivíduo e não do Estado e seu já conhecido desprezo pelos direitos dos homossexuais e das mulheres.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload