FIQUE LIGADO: NOVE CENTRAIS SINDICAIS SE UNEM NO ANHANGABAÚ CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA, A FORÇA DE TRABALHO SUBUTILIZADA NO BRASIL PASSOU DE 28 MILHÕES DE PESSOAS E MAIS NOTÍCIAS

April 30, 2019

DUAS FORMAS DE TRATAR O PRIMEIRO DE MAIO:

1 - NOVE CENTRAIS SINDICAIS SE UNEM NO ANHANGABAÚ CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Fato raro: todas as nove centrais sindicais do Brasil se uniram para fazer um 1º de Maio em conjunto contra a reforma da Previdência. Na Região Metropolitana de São Paulo o ato unitário desta quarta (1º) será na Capital no Vale do Anhangabaú das 10 horas às 13 horas. Após haverá apresentação de artistas que apóiam as lutas dos trabalhadores. Além da defesa do sistema atual de aposentadorias, as centrais colocam como temas do ato unitário a geração de novos empregos e valorização dos salários. Não houve acordo entre as centrais em torno da palavra de ordem Lula Livre defendida por várias delas. Participam como organizadoras do ato CUT, Força Sindical, CGTB, Intersindical, CSB, CSPConlutas, CTB, Nova Central, UGT. Além delas as duas maiores frentes nacionais Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo. 

 

2 - PREFEITURA DE GUARULHOS PROMOVE NO BOSQUE MAIA SERVIÇOS E ATIVIDADES FESTIVAS

A Prefeitura de Guarulhos por sua vez organiza neste dia 1º atividades de serviços ou festivas no Bosque Maia. Desde emissão de carteira de trabalho, atendimentos do Procon, aulas de ginástica, teste de HIV, até passeio ciclístico e atendimentos com profissionais de beleza. O convite chama as atividades de Cidadania Ativa, bem ao contrário do chamamento das centrais sindicais que chamam à luta por direitos. A Prefeitura também chama o 1º de Maio de Dia do Trabalho, como se o Dia das Mães fosse chamado de Dia da Maternidade. As centrais sindicais o chamam Dia do Trabalhador ou passam a chamá-lo Dia dos Trabalhadores e Trabalhadoras.

 

A FORÇA DE TRABALHO SUBUTILIZADA NO BRASIL PASSOU DE 28 MILHÕES DE PESSOAS

Segundo dados divulgados nesta terça-feira (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre janeiro e março de 2019, a população subutilizada atingiu o número recorde de 28,3 milhões, com alta de 5,6% (1,5 milhão de pessoas) em relação ao trimestre anterior. O grupo de trabalhadores subutilizados reúne os desempregados, aqueles que estão subocupados (menos de 40 horas semanais trabalhadas), os desalentados (que desistiram de procurar emprego) e os que poderiam estar ocupados, mas não trabalham por motivos diversos. A taxa de desemprego no Brasil subiu para 12,7% no trimestre encerrado em março, atingindo 13,4 milhões de pessoas, segundo dados divulgados nesta terça-feira (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

FORD E SINDICATO FECHAM UM ACORDO DE DEMISSÃO NO ABC
A Ford e o Sindicado dos Metalúrgicos do ABC anunciaram, nesta terça-feira (30), um acordo com os funcionários que serão dispensados com o fechamento da fábrica de São Bernardo do Campo (SP). Segundo o acordo, os trabalhadores afetados receberão, com o chamado Plano de Demissão Incentivada (PDI), apoio psicológico e requalificação profissional com cursos realizados em parceria com o sindicato. O fim das operações em São Bernardo está previsto para o final do ano. Os trabalhadores ainda exigem indenizações financeiras, mas isso depende de outras negociações entre empresa e sindicato.

 

PESQUISA INTERNACIONAL MOSTRA INSATISFAÇÃO COM A DEMOCRACIA NO BRASIL

A maioria dos brasileiros está insatisfeita com a democracia brasileira. Este dado foi divulgado nesta semana por um instituto norte-americano de pesquisas (Pew Research Center). A pesquisa foi feita no ano passado em 27 países. A média internacional é de 51% das pessoas pesquisadas insatisfeitas e 45% satisfeitas. Mas no Brasil 83% são pessoas insatisfeitas com a democracia e apenas 16% satisfeitas. Isto se verdadeiro é muito perigoso para o futuro da democracia em nosso país.  Para a maioria dos pesquisados nos 27 países, os políticos eleitos não se importam com o que o povo pensa. No Brasil esta percepção negativa se aproxima do índice de insatisfação com a democracia. Quanto à corrupção na política, o dado no Brasil é: 56% que acham a maioria dos políticos é corrupta, e 42% que não concordam com esta afirmação. Um dado interessante ainda é sobre a confiança e desconfiança na Justiça. Enquanto na média mundial a maioria acha que a Justiça trata todos de maneira justa, no Brasil 72% consideram que isto não acontece.  

 

CONFLITOS NAS RUAS DA VENEZUELA EM NOVA TENTATIVA DE DERRUBAR MADURO

A crise política na Venezuela voltou a ficar tensa nesta terça-feira (30), após o autoproclamado presidente interino Juan Guaidó orquestrar a soltura do líder opositor Leopoldo López, que estava em prisão domiciliar e, ao lado de militares, convocar a população às ruas para tirar Nicolás Maduro do poder. Do lado do governo Maduro, o chefe do Ministério da Defesa, Vladimir Padrino, respondeu rapidamente, também através do Twitter, informando que a Força Armada Nacional Bolivariana “se mantém firme na defesa da Constituição Nacional e suas autoridades legítimas”. Padrino assegurou que todas as unidades militares do país se encontram controladas. As imagens que chegam pelas mídias sociais venezuelanas mostram que há conflitos nas ruas de Caracas e arredores. Esta ação de Guaidó acontece dois dias depois do embargo dos Estados Unidos ao petróleo venezuelano entrar em vigor, com o objetivo declarado de pressionar a queda do regime do Presidente Nicolás Maduro, visando o pilar da frágil economia venezuelana.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus