© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: REDUÇÃO DO NÚMERO DE CONSULTAS MÉDICAS NO SUS DE GUARULHOS, GASTO DA PREFEITURA COM SAÚDE DIMINUIU EM 2019, ECONOMIA BRASILEIRA CONTINUA ENCOLHENDO E MAIS NOTÍCIAS

May 30, 2019

NESTE ANO HOUVE REDUÇÃO DO NÚMERO DE CONSULTAS MÉDICAS NO SUS DE GUARULHOS

A Secretaria da Saúde de Guarulhos apresentou nesta semana na Câmara Municipal o relatório das atividades do Sistema Único de Saúde de janeiro até o final de abril de 2019. Chamou atenção a redução do número de consultas médicas nestes quatro primeiros meses em relação ao mesmo período do ano anterior. O que mostra que, apesar de as reclamações da população terem aumentado, a oferta de serviços públicos de saúde diminuiu. Nas Unidades Básicas o número de consultas caiu em 6%. Mas o pior aconteceu nas unidades dedicadas às consultas com médicos especialistas. Ali a redução no atendimento foi de 29%. Caíu o número de consultas em cardiologia, ginecologia, ortopedia, urologia, oftalmo, gastro, neurologia e outras especialidades. No CEMEG da Vila Augusta, o maior e mais tradicional, as consultas com especialistas foram reduzidas de quase 44 mil nos primeiros meses de 2018 para pouco mais de 27 mil no mesmo período deste ano. No CEMEG São João, outro exemplo, as consultas com especialistas caíram de pouco mais de 10 mil para 5 mil e 700.

 

GASTO DA PREFEITURA DE GUARULHOS COM SAÚDE ENCOLHEU EM 2019

Nos primeiros quatro meses de 2019, o gasto com saúde feito pela Prefeitura de Guarulhos foi menor do que no mesmo período de 2018. De 270 milhões de reais gastos naqueles meses do ano passado caiu para 254 milhões no mesmo período deste ano de 2019. A redução foi além de 6% quando se leva em conta a inflação. Os dados são da Secretaria Municipal de Saúde. A conclusão é que apesar da pressão do Conselho Municipal de Saúde, do Fórum de Saúde de Guarulhos, e das reclamações dos usuários, o atendimento de saúde continua agravando suas deficiências na cidade.

 

ESCOLAS DA PREFEITURA DE GUARULHOS ESTÃO SEM MERENDA ADEQUADA DESDE SEMANA PASSADA

Desde semana passada, várias escolas municipais de Guarulhos não estão servindo refeições para os alunos da rede. Neste período, a comida adequada para as crianças, arroz, feijão, proteína e salada, foi substituída por bolachas e biscoitos. A denúncia foi feita por pais e mães de alunos e noticiada no Bom dia SP da TV Globo. A Prefeitura ainda não se pronunciou sobre o problema, mas embora já antes da greve do funcionalismo havia queixas, a questão deve ter se agravado com a adesão de centenas de cozinheiras da Prefeitura à paralisação.

 

AVIANCA BRASIL VAI DEMITIR MAIS MIL FUNCIONÁRIOS EM JUNHO, 150 DE GUARULHOS

A companhia aérea Avianca Brasil deve demitir cerca de 1 mil funcionários em junho, entre janeiro e março já havia demitido mais de 2800 trabalhadores. O plano de mais uma redução no quadro de funcionários foi informado pela companhia aérea em novos documentos anexados ao processo recuperação judicial. No aeroporto de Guarulhos, 150 profissionais estão nesta próxima lista de demissões. Quarta maior companhia aérea do país, a Avianca Brasil entrou em recuperação judicial em dezembro do ano passado.

 

ECONOMIA BRASILEIRA CONTINUA ENCOLHENDO

Como já previsto pelo relatório da Fundação Getúlio Vargas (FGV), noticiado esta semana no Fique Ligado, o PIB brasileiro encolheu 0,2% no primeiro trimestre de 2019. O mesmo relatório prevê que a economia continuará encolhendo no segundo trimestre deste ano, confirmando uma nova recessão no Brasil. A indústria recuou quase 2%, mesmo número da construção civil, que voltou ao mesmo nível de 2014. Empresários estão inseguros em investir e as famílias estão com medo de comprar. Nesse cenário, o corte de gatos públicos (os chamados contingenciamentos do governo Bolsonaro), aprofundaram a crise ao reduzir ainda mais o potencial de investimento e consumo.

 

NESTA QUINTA VOLTAM AS MANIFESTAÇÕES DE RUA NO BRASIL CONTRA OS CORTES NA EDUCAÇÃO

Convocada originalmente pela UNE e outras entidades estudantis, e depois apoiadas por sindicatos e associações de professores, por centrais sindicais e partidos políticos de oposição ao governo federal, foram marcadas para esta quinta manifestações de rua em mais de uma centena de cidades no país contra os cortes nos orçamentos federais de educação. Os cortes atingem as universidades públicas, os institutos federais tecnológicos, as pesquisas científicas em instituições públicas. O ato da grande São Paulo está previsto para começar às 16 horas em Pinheiros, no Largo da Batata, e culminando na Avenida Paulista.

 

VENEZUELA TEVE UMA INFLAÇÃO DE 130 MIL POR CENTO EM 2018

O governo da Venezuela informou nesta quarta (29) que a inflação no ano passado foi de 130.000 %. Para avaliar o tamanho do problema é bom lembrar que a inflação em 2016 tinha sido de 274%, e em 2017 de 862%. A situação da economia do país vizinho tem se agravado desde 2013. Um exemplo é a receita da venda de petróleo a outros países, que representa quase o total da exportação da Venezuela. O país obteve um ganho de 85 bilhões de dólares em 2013 contra apenas 25 bilhões no ano passado. Em face disso caíram abruptamente  as importações, inclusive de alimentos, de 57 bilhões de dólares cinco anos atrás para 14 bilhões no ano passado. Nestes dias o governo e a oposição voltaram a dialogar. Desta vez na Noruega. Para ver se destravam o impasse político. O grande boicote econômico adotado pelos Estados Unidos e seus aliados, que apoiam a oposição ao governo da Venezuela, tem agravado a crise interna daquele país.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload