© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: EXPOSIÇÃO NA BIBLIOTECA MONTEIRO LOBATO MOSTRA A LUTA DA MULHER NEGRA, PREFEITURA DE GUARULHOS AINDA SEM DINHEIRO PARA INVESTIMENTOS E MAIS NOTÍCIAS

June 7, 2019

 

 

EXPOSIÇÃO NA BIBLIOTECA MONTEIRO LOBATO MOSTRA A LUTA DA MULHER NEGRA

Até o dia 15 de junho, a Biblioteca Monteiro Lobato, em Guarulhos, exibe “Mulheres Negras: Abolição, Protagonismo e Resistência”. A mostra é organizada de maneira cronológica, e apresenta mulheres negras do período da escravidão, abolição, República, ditadura militar e anos 1990. Há imagens de pessoas como Dandara, que fez parte do quilombo de Zumbi de Palmares no século 17, da escritora Carolina Maria de Jesus e da antropóloga Lélia Gonzalez. O evento destaca o que foi resgatado por pesquisadoras negras para que a história de cada personagem não seja esquecida e sirva de inspiração para o debate sobre o racismo e para o enfrentamento da violência que atinge a população negra. A entrada é grátis. Segunda a sexta das 9h às 18h e sábado 9h às 14h.

 

DO TOTAL DE GASTOS DA PREFEITURA DE GUARULHOS 22% VÃO PARA SAÚDE

O balanço dos 4 primeiros meses deste ano mostra que a Prefeitura de Guarulhos gastou no período 1 bilhão e 497 milhões de reais. Deste gasto a Saúde foi responsável por 332 milhões de reais. O que equivale no gasto total a pouco mais de 22%, sem chegar a 23%.  Quando a Prefeitura alega que gasta 30% ou um pouco mais, ela se refere a um cálculo que não usa todas as receitas, mas só aquelas obrigatórias para definir o mínimo que um município deve aplicar em Saúde. Dos 332 milhões gastos em Saúde de janeiro a abril inclusive, a metade foi gasta com pagamento de pessoal próprio da Prefeitura e 43% foi gasto com as terceirizadas que cuidam dos hospitais, maternidade, UPAs, PAs, especialidades, exames. Sobra muito pouco para remédios, material de consumo, equipamentos. E praticamente nada para ampliação do sistema municipal de Saúde.

 

PREFEITURA DE GUARULHOS AINDA SEM DINHEIRO PARA INVESTIMENTOS

Nos 4 primeiros meses de 2019, a Prefeitura de Guarulhos aplicou apenas 7 milhões e 700 mil reais em investimentos , metade do que aplicou no mesmo período do ano passado. A dívida de empréstimos bancários significou em 4 meses o gasto de 30 milhões e 700 mil reais. Projetada para o ano todo, manter-se-á em pouco mais de 90 milhões de reais como foi no ano passado, o que significa algo em torno de pouco mais de 2% do gasto total. Se acrescentar o pagamento de outras dívidas chamadas de precatórios judiciais o gasto total da tão falada dívida da Prefeitura equivale a algo em torno de 5% do orçamento anual.   

  

JUVENTUDES É O TEMA DE CICLO DE DEBATES NO SESC GUARULHOS
Neste domingo (9), às 15 horas, começa o ciclo de debates sobre juventude no SESC Guarulhos. A proposta é partir do reconhecimento do jovem como um sujeito singular e de múltiplas dimensões, para provocar discussões sobre as diversas juventudes e as principais questões referentes a esta população, problematizando os anseios e dilemas vividos por eles e elas atualmente. Neste domingo, os debates trazem a participação da cantora de hip-hop Linn da Quebrada e do ator e escritor Ícaro Silva.

 

DECISÃO DO STF ABRE ESPAÇO PARA PRIVATIZAÇÕES EM MASSA
Em julgamento nesta quinta (6), o STF estabeleceu que a privatização de estatais que sejam "empresa-mãe" (como Banco do Brasil, Correios e Petrobras) precisa de autorização do Congresso Nacional, e que a venda deve ser feita por meio de licitação. As restrições, entretanto, não se aplicam às subsidiárias das estatais (como BB Cartões, Correiospar, Gaspetro etc.). A decisão vale também para estados e municípios. Com isso, das 134 empresas hoje sob o comando do Governo Federal, 88 podem ser privatizadas por decisão apenas do poder executivo. 

 

25 MIL FUNCIONÁRIOS DE ESTATAIS DEVEM SER DEMITIDOS EM 2019
Em meio a atual política do governo federal de cortar custos, as estatais deverão enxugar ainda mais o quadro de funcionários em 2019. Informações do Ministério da Economia e das próprias empresas (como Banco do Brasil e Petrobras), informam que o número de desligamentos, ainda em 2019, poderá chegar a 25 mil trabalhadores e trabalhadoras. Entre as estatais que já anunciaram programas de demissão voluntária (PDVs) ou programas de aposentadoria incentivada estão Correios, Petrobras, Infraero, Serpro e Embrapa. Os planos são voltados principalmente a trabalhadores mais velhos, próximos da idade de se aposentar ou que já estejam aposentados pelo INSS.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload