© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: NO FERIADÃO LONGA ESPERA NA UPA PAULISTA EM GUARULHOS, CRISE LEVOU TRABALHADORES MAIS QUALIFICADOS A SEREM MAIORIA ENTRE OS POR CONTA PRÓPRIA E MAIS NOTÍCIAS

June 24, 2019

 

NO FERIADÃO, LONGA ESPERA NA UPA PAULISTA EM GUARULHOS 

Entre o feriado de quinta-feira e o domingo (20 a 23), quem precisou de atendimento na UPA Paulista teve de esperar até cinco horas, pois havia um único clínico geral trabalhando. Os casos considerados menos graves, não foram atendidos. O problema é que as UBSs estavam fechadas e o Hospital Municipal de Urgências de Guarulhos (HMU) orientava a procurar a UPA Paulista. Quando chegavam na UPA, no entanto, também não conseguiam atendimento por falta de médicos. 

TRIBUNAL DE JUSTIÇA ALTERA ENTENDIMENTO DA PREFEITURA DE GUARULHOS SOBRE DESPEJOS
Uma recente decisão de um desembargador do Tribunal de Justiça em recurso da Defensoria Pública estadual fez a Secretaria de Justiça de Guarulhos alterar seu entendimento sobre despejos de famílias ocupantes de áreas públicas. Agora quando os ocupantes estão morando há mais de um ano em área municipal só poderão ser despejados por ordem judicial. A decisão no Tribunal contrariou anterior entendimento da Prefeitura e de juiz do Fórum local. Agora há melhores condições de negociação que não havia quando a Prefeitura notificava administrativamente para desocupação em oito dias.

CRÍTICAS INJUSTAS NAS MÍDIAS SOCIAIS ÀS JOGADORAS DA SELEÇÃO FEMININA BRASILEIRA
Nas mídias sociais, uma tempestade de comentários negativos às jogadoras, em especial a Marta, principal atleta da equipe. Estas críticas em geral desconhecem (ou não levam em conta) que a CBF oferece muito pouca estrutura à Seleção Feminina, além de recursos financeiros e de estrutura muito aquém do disponibilizado para o futebol masculino, nem sequer um aparato de preparação física voltado para as especificidades do corpo feminino. Ao contrário disso, a França dispensa cuidados específicos para a formação de futebolistas mulheres. Com tamanha diferença de estrutura, perder na prorrogação para as francesas é fruto da determinação coletiva de nossas jogadoras. Muitas destas críticas também estão impregnadas de machismo, pois várias jogadoras tem claros posicionamentos em defesa dos direitos das mulheres.

CRISE LEVOU TRABALHADORES MAIS QUALIFICADOS A SEREM MAIORIA ENTRE OS POR CONTA PRÓPRIA
Um estudo realizado por pesquisadores do Insper (Instituto de Pesquisa e Ensino) mostra que trabalhadores com ensino médio e ensino superior representam em 2019 quase 55% de quem trabalha por conta própria. Os com ensino superior já chegam a quase 1 em cada 5 nesse modelo de trabalho. Uma forte mudança em sete anos, pois em 2012, a categoria por conta própria tinha nos trabalhadores com  o ensino fundamental 65% de sua composição. Estes dados mostram que os trabalhadores mais qualificados compensaram a diminuição do emprego formal migrando para o mercado autônomo, ou aceitando contratações não mais como empregados, mas sim como pessoas jurídicas, a chamada pejotização do mercado de trabalho que transfere todos os encargos trabalhistas para o empregado.

NOVO VAZAMENTO MOSTRA QUE MORO TENTOU INTERFERIR ATÉ MESMO NO MBL
A Folha de São Paulo publicou neste sábado, 23, reportagem sobre os vazamentos de conversas da Lava Jato feita em parceria com o The Intercept Brasil. No diálogo divulgado, o então juiz Sérgio Moro teria perguntado se o procurador-chefe da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol,  teria o contato de membros do Movimento Brasil Livre (MBL), aos quais ele se referiria como “tontos”: “nāo sei se vcs tem algum contato mas alguns tontos daquele movimento brasil livre foram fazer protesto na frente do condomínio do ministro. Isso nao ajuda evidentemente.” Tratava -se do ministro Teori Zavascki que havia censurado atitude do ex-juiz. Essa troca de mensagens mostra que além de comandar a investigação da operação, Moro solicitava intervenções até mesmo nas manifestações de movimentos políticos de direita.

PROJEÇÃO DO PIB 2019 CONTINUA EM QUEDA
No boletim do mercado financeiro, também conhecido como relatório "Focus", divulgado nesta segunda-feira (24) pelo Banco Central (BC), os economistas das instituições financeiras baixaram a estimativa de alta do Produto Interno Bruto brasileiro (PIB) deste ano de 0,93 para 0,87%. Foi a 17ª queda consecutiva do indicador. O relatório é resultado de levantamento feito na semana passada com mais de 100 instituições financeiras. Muitos analistas acreditam que, nesse ritmo, é grande a chance da economia finalizar 2019 com nenhum crescimento ou crescimento negativo.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload