© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: ATO EM DEFESA DE OCUPAÇÃO DO MTST ACONTECEU NA TARDE DESTA QUINTA-FEIRA (18) NO CENTRO DE GUARULHOS, LEI DO TETO DE GASTOS PODE TER CAUSADO A VOLTA DO SARAMPO AO BRASIL E MAIS NOTÍCIAS

July 19, 2019

 

ATO EM DEFESA DE OCUPAÇÃO DO MTST ACONTECEU NA TARDE DESTA QUINTA-FEIRA (18) NO CENTRO DE GUARULHOS

Na tarde desta quinta-feira (18), cerca de 600 pessoas participaram de uma manifestação em defesa da regularização da ocupação Nova Vitória, coordenada pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), e que fica na área da massa falida da VASP próximo ao terminal de ônibus do São João. A concentração aconteceu por volta das 13 horas na praça Getúlio Vargas. Depois, os moradores da ocupação saíram em marcha em direção ao Paço Municipal no Bom Clima, onde o ato foi encerrado com discursos sobre a falta de uma política habitacional séria no município.  A ocupação Nova Vitória tem hoje 1.800 pessoas. A massa falida da VASP entrou em contato com a Prefeitura de Guarulhos para intermediar o diálogo com os ocupantes, mas essa interlocução não tem avançado.

 

GUARULHOS TEM 19 CASOS DE SARAMPO CONFIRMADOS, LEI DO TETO DE GASTOS PODE SER A RESPONSÁVEL PELA VOLTA DA DOENÇA AO BRASIL

Guarulhos já teve 19 casos de sarampo confirmados em 2019. Parece pouco, mas é muito para uma doença infecciosa que havia sido erradicada no Brasil. Na década 1980, ocorriam dezenas de milhares de casos de sarampo todos os anos no Brasil. A vacina contra o sarampo é barata, eficaz e segura e, a partir dos anos 1990, teve início uma forte campanha de vacinação com meta de cobertura de 95% e, com isso, o número de casos foi caindo até o país se ver livre da doença em 2016. Mas ela voltou. Em 2019, o Ministério da Saúde confirmou 426 casos de sarampo em sete estados do Brasil em novo boletim foi divulgado nesta quarta-feira (17). Outros 810 casos estão em investigação. São Paulo lidera o ranking com o maior número de infecções: 384.

 

LEI DO TETO DE GASTOS PODE TER CAUSADO A VOLTA DO SARAMPO E DE OUTRAS DOENÇAS

Segundo o Unicef-Brasil, não há evidências suficientes para apontar um único culpado pela volta do sarampo, mas as hipóteses apontam para o desfinanciamento do SUS - por causa da PEC do Teto dos Gastos criada no governo Temer e defendida pelo governo Bolsonaro -, que gerou uma diminuição nas campanhas de conscientização e diminui a disponibilidade de vacinas no país. De acordo com dados do Datasus, coberturas vacinais com doses de reforço estão muito abaixo da meta esperada para todas as vacinas do Calendário Nacional de Imunização desde 2017. Continue lendo depois da propaganda...

PROJETO QUE DEFINE REGRAS PARA SAQUE DO FGTS FICOU PARA SEMANA QUE VEM

Todas as iniciativas do governo Bolsonaro devem sempre serem vistas com certa ressalva porque o caminho é sempre o mesmo: o governo anuncia uma medida como se fosse um projeto já definido e pronto para ser aplicado, depois recua e diz que ainda está estudando como será a implantação daquilo que foi anunciado. O mesmo caminho está se dando com o anúncio da liberação do saque das contas ativas do FGTS. Primeiro o ministro da economia anunciou que iria liberar o saque. Na sequência o presidente Bolsonaro informou que faria o anúncio no final desta última quinta-feira (18). Agora, o governo informa que essa liberação ficará para semana que vem, porque falta definir alguns detalhes operacionais do projeto. Não existe credibilidade que resista a esse método de fazer as coisas por muito tempo, pois gera uma permanente insegurança nos trabalhadores e empresários.

 

SAQUE DO FGTS PARA CONSUMO PODE COLOCAR EM RISCO INVESTIMENTOS NA CONSTRUÇÃO CIVIL

Supostamente, porque no governo Bolsonaro parte-se do princípio de que tudo é suposição, o adiamento o anúncio do saque das contas do FGTS para a próxima semana ocorreu porque não houve um acordo entre a Casa Civil e a Economia. Pressionada pelo setor da construção, a Casa Civil se comprometeu a evitar ao máximo que os saques prejudiquem os programas de habitação. O FGTS é uma das principais fontes de recursos da construção civil no país e a retirada de mais de 50 bilhões para consumo (o governo recuou na informação de que seriam supostos 63 bilhões) podem ampliar a já profunda crise desse setor que é um dos eixos dinâmicos da economia brasileira.

 

SILÊNCIO DE BOLSONARO SOBRE ARQUIVAMENTO DO CASO DA FACADA CAUSA ESTRANHAMENTO

No dia 13 de junho, o juiz federal Bruno Savino, da 3ª vara da Justiça Federal em Juiz de Fora (MG), converteu a prisão preventiva de Adélio Bispo de Oliveira em internação por tempo indeterminado, porque o agressor, que desferiu uma facada em Bolsonaro, sofre de transtorno delirante persistente , segundo pareceres médicos da defesa de Adélio e de peritos escolhidos pela acusação, que o torna inimputável. Ou seja: não pode ser punido criminalmente. Supostamente indignado, Bolsonaro prometeu que iria "até as últimas consequências" para que o grave ataque contra ele não ficasse impune. Também chegou a dizer que seria importante evitar que o caso transitasse em julgado para que Adélio tivesse a "oportunidade de falar" quem encomendou sua morte. Nesta segunda-feira, porém, a 3ª Vara Federal de Juiz de Fora encerrou o caso porque não recebeu recursos nem do Ministério Público Federal (MPF) nem dos advogados do presidente, que atuavam como assistentes de acusação. Nem um comentário em rede social foi feito pelo presidente ou algum dos seus filhos sobre o encerramento deste caso polêmico.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload