© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: POR FALTA DE RECURSOS, GUARULHOS NÃO TERÁ VACINAÇÃO CONTRA A RAIVA EM 2019, GOVERNO BOLSONARO VENDE CONTROLE DA DISTRIBUIDORA DA PETROBRÁS E MAIS NOTÍCIAS

July 25, 2019

POR FALTA DE RECURSOS, GUARULHOS NÃO TERÁ VACINAÇÃO CONTRA A RAIVA EM 2019

A Lei do teto dos gastos implantada pelo governo Temer e apoiada por Bolsonaro continua destruindo a proteção de saúde de todos os brasileiros e brasileiras. A Secretaria de Saúde de Guarulhos foi comunicada pelo Ministério da Saúde e pelo governo do Estado de São Paulo, que não receberá as doses da vacina antirrábica para a realização da campanha de vacinação animal em agosto, como estava previsto. Por isso, a imunização de cães e gatos nos bairros não será efetuada neste ano. Segundo a nota do Ministério da Saúde, a entrega da próxima remessa deste imunobiológico pelo laboratório fabricante está prevista para ocorrer somente a partir de novembro de 2019. O governo federal explicou que não tem recursos para a compra dessas vacinas e informou que as doses disponíveis atualmente serão utilizadas para a vacinação animal em áreas de risco do país, e que o Estado de São Paulo não está incluído nessa relação de regiões prioritárias.

 

DANILO CAYMMI HOMENAGEIA SEU PAI DORIVAL EM SHOW NO SESC GUARULHOS NESTE FIM DE SEMANA

Neste fim de semana (27 e 28), no Sesc Guarulhos, tem Danilo Caymmi homenageando seu pai Dorival, que morreu há 10 anos. No espetáculo, Danilo canta e conta a vida e a música de Dorival costurando um roteiro com suas inesquecíveis e memoráveis canções. Um show feito para emocionar e todo mundo cantar junto. Quem quiser assistir, será no teatro do Sesc Guarulhos, sábado (27) às 20 horas e domingo (28) às 18 horas, os ingressos variam de 6 a 20 reais. O Sesc Guarulhos fica na Rua Guilherme Lino dos Santos, no Jardim Flor do Campo, na Região da Vila Barros e CECAP.

 

IMAGENS MOSTRAM AVANÇO DE GARIMPO ILEGAL SOBRE TERRAS INDÍGENAS NA AMAZÔNIA

Imagens de satélite analisadas pela BBC News revelam uma expansão recente nos focos de garimpo ilegal em terras indígenas da Amazônia ocorrida desde janeiro deste ano. Indígenas e ambientalistas atribuem esse avanço a declarações do presidente Jair Bolsonaro em favor da exploração mineral em terras indígenas e ao afrouxamento do combate a crimes ambientais pelo governo. O crescimento dos focos de garimpo ocorre num momento em que o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) mostra uma alta nos índices de destruição na Amazônia e tem seu trabalho contestado pelo presidente, para quem a divulgação de dados de desmatamento pode prejudicar o país em negociações internacionais. Ou seja, Bolsonaro quer maquiar o desmatamento para agradar duplamente o agronegócio, garantindo sua expansão desregulada e impedindo possíveis embargos internacionais de produtos brasileiros.

 

GOVERNO BOLSONARO AVANÇA NO PROCESSO DE PRIVATIZAÇÃO DA PETROBRÁS INICIADO POR TEMER

Nesta terça-feira (23), a BR Distribuidora passou a ser uma empresa privada. A Petrobras vendeu 30% de suas ações, pelo valor de US$ 2,5 bilhões, para 160 investidores de vários países. Até 2017, a Petrobras era detentora de 100% das ações da BR. Naquele ano, sob o governo Michel Temer, a companhia vendeu o primeiro lote das ações. Com o novo negócio, a Petrobras fica com apenas 41,25% da BR Distribuidora e não controla mais a distribuição de combustíveis no Brasil e nem a distribuição de sua própria produção. De uma lista das 20 maiores empresas de petróleo do mundo, a Petrobras será a única a não contar com uma distribuidora própria. A venda da BR Distribuidora faz parte do projeto do governo Bolsonaro de privatizar a Petrobrás vendendo suas partes, as chamadas subsidiárias.

 

LUCRO DO BRADESCO CRESCE MAIS DE 30% EM UMA ANO EM PLENA CRISE ECONÔMICA

O Bradesco teve lucro líquido contábil de R$ 6,042 bilhões no segundo trimestre, 33% maior em comparação ao mesmo período de 2018 (R$ 4,528 bilhões) e 3,81% em relação ao 1º trimestre deste ano. O Fique Ligado faz o acompanhamento dos lucros dos bancos para mostrar a você, que a crise econômica que vem destruindo as esperanças do país é imensamente lucrativa para o setor financeiro. No caso do Bradesco, o aumento do lucro de 2018 para 2019 chega a ser obsceno em um país com mais de 13 milhões de desempregados e onde o governo corta bilhões das verbas da saúde e da educação.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload