© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O CURSINHO UNIFESP GUARULHOS PREPARATÓRIO PARA O ENEM, CAIXA ECONÔMICA FEDERAL BOICOTA LIBERAÇÃO DE RECURSOS PARA O NORDESTE E MAIS NOTÍCIAS

August 2, 2019

 

 

ESTÃO ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA O CURSINHO UNIFESP GUARULHOS PREPARATÓRIO PARA O ENEM

Desde 1º de agosto (última quinta-feira) e até dia 8 (próxima quinta-feira), estarão abertas as inscrições para o processo seletivo do Cursinho Unifesp Guarulhos - CPPU (Cursinho Popular Pimentas UNIFESP).  São oferecidas 40 vagas para o cursinho gratuito para o Enem 2019. As aulas começarão dia 17 de agosto, aos sábados das 9h às 17h e o curso terá duração de 4 meses. Fundado há 10 anos,o Cursinho Unifesp Guarulhos - Cursinho Popular Pimentas UNIFESP (CPPU) é um projeto fundado por docentes e discentes da Universidade Federal de São Paulo com o objetivo de trabalhar a educação, cidadania e a cultura em suas diversas manifestações. Os professores do cursinho são discentes e graduados da UNIFESP e outras grandes universidades (Unesp, USP, UMC, Unicamp, UFV, etc.),  garantindo assim um índice de 30% de aprovação nos vestibulares das principais universidades.

Para se inscrever, o candidato a aluno deve primeiro fazer a pré-inscrição entre o dia 01 de agosto de 2019 às 0h até o dia 08 de agosto de 2018 às 23h59min no site

http://cursinhounifesp-guarulhos.blogspot.com.br/p/incricoes.html.

 

CONFERÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE ACONTECE EM BRASÍLIA A PARTIR DE DOMINGO

Acontece em Brasília, entre 4 e 7 de agosto (de domingo a quarta-feira) a 16ª Conferência Nacional de Saúde. Com o tema Democracia e Saúde, esta edição da conferência tem o objetivo de discutir as diretrizes para a saúde pública por meio de três eixos de debate: 1) saúde como direito, 2) consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), 3) financiamento adequado e suficiente para o SUS. O estado de São Paulo participa com 400 delegados, dos quais 13 são de Guarulhos (7 usuários, 3 trabalhadores e 3 gestores).

 

ETAPA FINAL DE UM PROCESSO PARTICIPATIVO DE LUTA PELA QUALIDADE DA SAÚDE PÚBLICA

A Conferência Nacional é a etapa final de um processo iniciado em março com a conferência municipal de Guarulhos que teve como principais reivindicações: contratação de mais pessoal desde médicos, dentistas, até atendentes SUS; retorno do Mais Médicos; solucionar a falta de remédios e materiais indispensáveis; volta do HMU e Hospital da Criança à   administração direta da Prefeitura; ampliar o atendimento no Hospital Pimentas; reabrir o PA Paraíso; mais ambulâncias e  transporte ambulatorial; regularizar o sistema de informática. A etapa estadual aconteceu no final de junho na cidade de Serra Negra (SP), que reafirmou a posição contrária à terceirização para o setor privado dos serviços de saúde. Portanto contrária ao que foi feito em Guarulhos com o HMU e o Hospital da Criança. A Conferência estadual também tratou especialmente da luta pela revogação da emenda constitucional aprovada no Congresso Nacional no governo Temer e mantida pelo atual governo federal, a chamada Lei do Teto de Gastos que impede mais recursos para saúde. São essas pautas, entre outras, que os delegados de São Paulo levam para Brasília.

 

DEPOIS DA PETROBRÁS, CORREIOS TAMBÉM SERÁ ALVO DE PRIVATIZAÇÃO

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quinta-feira (1º) que, após a privatização da BR Distribuidora por meio da venda de seu controle acionário, e a venda Liquigás já programada para agosto, os Correios são a próxima prioridade do governo no programa de desestatização. Segundo Paulo Guedes, o projeto é privatizar todas as subsidiárias das estatais. Em junho, o STF permitiu a privatização das subsidiárias de estatais sem a aprovação do Congresso Nacional e isso deu legalidade ao desmonte de empresas públicas planejado pelo governo Bolsonaro.

 

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL BOICOTA LIBERAÇÃO DE RECURSOS PARA O NORDESTE

Indicado por Bolsonaro, o atual presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, ordenou que o banco boicote municípios e estados da região Nordeste. É o que mostra um levantamento feito pelo Estadão com base nos números do próprio banco e do sistema do Tesouro Nacional, além da confirmação de fontes anônimas dentro da própria Caixa. Em 2019, o banco estatal liberou 4 bilhões de reais para governadores e prefeitos de todo o País. Desse total, apenas 2,2% foram para a região Nordeste. Em 2018, a região recebeu R$ 1,3 bilhão, o equivalente a 21% dos R$ 6 bilhões fechados pela Caixa em operações para governos regionais. Em 2017, o banco contratou R$ 7 bilhões, dos quais R$ 1,3 bilhão foi direcionado para governadores e prefeitos nordestinos (18% do total). A Região Nordeste, e seus governadores, é o principal polo de oposição ao governo Bolsonaro.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload