© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: DECISÃO JUDICIAL SUSPENDE OBRA DE GRANDE CENTRO COMERCIAL NA DUTRA, GUARULHENSES DIZEM QUE PRAÇA GETÚLIO VARGAS ESTÁ DEGRADADA E MAIS NOTÍCIAS

August 30, 2019

DECISÃO JUDICIAL SUSPENDE OBRA DE GRANDE CENTRO COMERCIAL NA VIA DUTRA EM GUARULHOS

O juiz titular da 2ª Vara da Fazenda Pública de Guarulhos, em decisão provisória, liminar, mandou suspender as obras de um grande centro comercial que pretendia ser inaugurado em setembro na Via Dutra altura do Jardim Cumbica. A intenção dos investidores da empresa IC Outlets, com sede em São Paulo, é de instalar um shopping com 90 lojas, restaurantes e outros serviços onde no passado distante existia a fábrica de telefones NEC, ao lado de onde depois veio a se instalar o CD da Riachuelo, hoje desativado. A Prefeitura deu licença para a obra e para o corte já efetuado de mais de uma centena de árvores nativas que havia no terreno. A ação para suspender a obra foi iniciada por uma entidade com sede no Parque Alvorada, denominada Instituto de Permacultura e Preservação Ambiental. Permacultura é um termo novo que se refere a um modo de vida que busca evitar impactos ambientais. O Instituto alegou que não havia licença da Cetesb para o empreendimento. E que o solo estaria contaminado por antigas atividades industriais. Teve o apoio do Ministério Público na ação que resultou na decisão judicial de suspender a obra. 

 

NAS MÍDIAS SOCIAIS, GUARULHENSES DIZEM QUE PRAÇA GETÚLIO VARGAS ESTÁ DEGRADADA

Tem circulado nas mídias sociais de Guarulhos muitas reclamações de que a Praça Getúlio Vargas, no centro da cidade, está abandonada. Foi possível mapear mais de 500 comentários negativos sobre o local desde a última segunda-feira (26). Caminhando pela praça, é perceptível o descuido. O prédio que um dia foi a Câmara Municipal está todo pichado, o chafariz e o coreto precisam de manutenção e a praça muitas vezes está suja, apesar da limpeza feita pela Proguaru. Com o fechamento pela Prefeitura do albergue noturno para moradores de rua, aumentou o número deles na praça e região próxima.

 

EM DEZ ANOS MAIS DE TRÊS MILHÕES DE PESSOAS SE ACIDENTARAM COM MOTO NO BRASIL

Foram 3 milhões e 300 mil os acidentes com moto nos últimos dez anos no Brasil, com cerca de 200 mil mortes e dois milhões e quinhentos mil casos de algum tipo de invalidez permanente, segundo dados de uma das grandes empresas seguradoras de veículos. Dois terços das vítimas são os próprios motociclistas, porém mais de 20% são pedestres.  Com os novos sistemas de entregas por aplicativos os acidentes tendem a se agravar pela pressão sobre os motociclistas para entregas rápidas e pela concorrência. Todos são testemunhas nas grandes cidades da forma como entregadores de aplicativos deixaram de observar as regras de trânsito.

 

ESTADO DE SÃO PAULO TEM 46 MILHÕES DE HABITANTES SEGUNDO O IBGE

São Paulo continua de longe o estado com maior população no Brasil, segundo o IBGE. Tem 46 milhões de habitantes. Vem em seguida, dois outros estados também do Sudeste: Minas, com 21 milhões, e Rio de Janeiro com 17 milhões. A Bahia é o maior estado do Nordeste, com 14 milhões. Depois vem dois estados do Sul, Paraná e o Rio Grande do Sul, com 11 milhões de pessoas. No Norte, o estado mais populoso é o Pará com 8 milhões de pessoas. Naquela região se encontra o menor estado brasileiro em população: Roraima com 605 mil habitantes. No Centro Oeste, o estado mais populoso é Goiás, com 7 milhões de pessoas.

 

ROBÔS E PERFIS FALSOS FORAM USADOS PARA DEFENDER O GOVERNO NO CASO DAS QUEIMADAS DA AMAZÔNIA

Na semana passada, entre 19 e 24 de agosto, as queimadas na Amazônia foram um dos assuntos mais comentados nas mídias sociais do Brasil e do mundo. Em meio à polarização que se estabeleceu, postagens foram mais uma vez usadas como armas para ganhar a opinião pública, e mais uma vez, há fortes indícios de que os grupos de extrema direita que apoiam o presidente da República contaram com auxílio de robôs para “bombar” conteúdos na internet. Chamou atenção, por exemplo, a hashtag #AmazoniaSemONG, onde 180 usuários foram responsáveis por 50% das primeiras centenas de milhares de postagens. O mesmo aconteceu com a hashtag  #SomosTodosRicardoSalles. Segundo uma empresa especializada em análise de dados de internet, houve interferência de perfis automatizados e falsos nas menções à Amazônia na tentativa de mudar o sentimento predominante que era contra o governo. Este método foi amplamente utilizado pelos apoiadores do presidente quando candidato nas eleições do ano passado.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload