© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: PROTESTO CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DE CRECHES EM GUARULHOS, FUNCIONÁRIOS DA EMBRAER TEMEM QUE FÉRIAS COLETIVAS VIREM DEMISSÕES EM MASSA E MAIS NOTÍCIAS

October 16, 2019

NO DIA DO PROFESSOR, PROTESTO CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DE CRECHES EM GUARULHOS

No dia 15 de outubro, dia a eles dedicado, cerca de 50 professoras e professores da Prefeitura de Guarulhos foram, vestidos de preto, protestar na Câmara Municipal contra a passagem de creches públicas a entidades privadas, conforme anunciado pelo atual governo municipal. Entre os cartazes se destacava “Educação não é Mercadoria”. A atual administração não iniciou a construção de nenhuma creche. Duas em obras a concluir pretendem ser as primeiras a passar a entidades privadas, abrindo um ciclo de privatização defendido pelo atual governo. O STAP, sindicato dos trabalhadores municipais, se opõe a esta política e participou da convocação do ato na Câmara Municipal.

 

SITE DA PREFEITURA DE GUARULHOS FORA DO AR 

Durante toda a noite desta terça-feira (15) e a manhã desta quarta (16), o site da Prefeitura de Guarulhos em todas as suas páginas de informações e serviços ficou fora do ar. Quem precisou do site para obter informações ou imprimir algum documento teve que usar o telefone ou ir pessoalmente em algum dos órgãos municipais. A Prefeitura não informou o motivo desse apagão.

Continue lendo depois da propaganda...

Apoio: 

ASSEMBLEIA DOS BISPOS CATÓLICOS SOBRE A AMAZÔNIA CONFRONTA ESQUERDA E DIREITA NAS MÍDIAS SOCIAIS

A Fundação Getúlio Vargas acompanhou a repercussão nas redes sociais do Sínodo da Amazônia, que está reunindo em Roma os bispos católicos de 9 países que têm parte da Amazônia em seu território. Só no Facebook foram cerca de 1 milhão e 400 mil interações compartilhadas no Brasil. As pessoas e movimentos progressistas apoiam o Papa, a defesa ambiental, o direito à terra e a seus costumes dos povos indígenas que restaram do genocídio de séculos. Os grupos direitistas e bolsonaristas criticam o Papa, a assembleia dos bispos, em nome da soberania brasileira. E ao mesmo tempo apoiam o desmatamento, a exploração mineral em terras indígenas, e negam o aquecimento global. A reação dos apoiadores de Bolsonaro contra a Igreja Católica tem afastado muitos católicos que acreditaram e votaram no atual presidente.

 

FUNCIONÁRIOS DA EMBRAER TEMEM QUE FÉRIAS COLETIVAS VIREM DEMISSÕES EM MASSA

 A Embraer, terceira maior do mundo em fabricação de aviões e recém-fundida à estadunidense Boeing, anunciou férias coletivas e paralisação de suas atividades entre os dias 6 e 20 de janeiro de 2020. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos (Sindmetal), todas as unidades da companhia, com seus cerca 15 mil trabalhadores, serão afetadas. A Embraer afirma, em nota, que os trabalhadores voltarão normalmente ao trabalho após 20 de janeiro, mas o sindicato teme mais cortes de pessoal. Desde janeiro de 2018, segundo o Sindmetal, cerca de 2.000 funcionários foram mandados embora.  Neste momento, a empresa está envolvida na transferência do controle da sua produção de aviação comercial para a Boeing. O negócio, que envolve a aquisição de 80% da Embraer por 20 bilhões de reais, está sendo investigado pelos órgãos reguladores da Europa. A investigação deve ser concluída entre janeiro e fevereiro do ano que vem.

 

FUNDO MONETÁRIO INTERNACIONAL PREVÊ REDUÇÃO DO CRESCIMENTO DA CHINA, ESTADOS UNIDOS, JAPÃO E ESTAGNAÇÃO DA EUROPA

O Fundo Monetário Internacional prevê que as duas maiores economias do mundo, Estados Unidos e China, tenham um recuo em seu crescimento em 2020 em relação ao crescimento previsto para 2019. Para a China, que já chegou a crescer 12% ao ano, o FMI prevê um pouco menos de 6%. Para os Estados Unidos, prevê em torno de 2%, menos do que no ano em curso. Para a Europa prevê a continuidade da estagnação com um crescimento um pouco acima de 1% e o Japão só meio por cento. Os estudos do FMI mostram que a produção industrial mundial, que vinha se recuperando entre 2017 e 2018, agora voltou a cair em 2019 levando junto uma queda no comércio mundial. O FMI calcula que o Brasil vá crescer 2% em 2020, mas ontem mostramos que as previsões têm sido furadas, uma vez que o Brasil depende muito do quadro mundial que está desfavorável.    

Apoio:

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload