© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

FIQUE LIGADO: CRISE DA SAÚDE EM GUARULHOS VIRA CASO DE POLÍCIA NO PIMENTAS, GOVERNO AUMENTA JORNADA DOS BANCÁRIOS DE 6 PARA 8 HORAS DIÁRIAS E MAIS NOTÍCIAS

November 13, 2019

CRISE DA SAÚDE EM GUARULHOS VIRA CASO DE POLÍCIA NO PIMENTAS

Nesta quarta (13) de manhã, um usuário da UBS Marcos Freire, na região do Pimentas, foi detido pela Guarda Civil Municipal e levado ao 4º Distrito Policial da região porque, exaltado, reclamava do atendimento naquela unidade de saúde e, segundo funcionárias, as ofendia como se elas fossem responsáveis pelos problemas. Ele costumava em outras ocasiões reclamar da falta de médicos, da demora na fila, da dificuldade de agendar retorno médico, da falta de insumos e até da conservação dos equipamentos. A força policial foi chamada pela chefe da UBS. A resposta foi exagerada, pois, segundo relatos de pessoas presentes, compareceram três viaturas da GCM e mais três da PM. A GCM que o conduziu ao distrito policial fez uso de algemas. O delegado determinou que fosse feito boletim de ocorrência, ouviu o acusado e duas funcionárias testemunhas, classificou o caso como injúria, liberando-o logo. A crise da saúde pública em Guarulhos se agrava e vai virando caso de polícia. 

 

CONSELHO DE HABITAÇÃO DE GUARULHOS INICIOU O DEBATE SOBRE NOVA LEI DE LOTEAMENTOS POPULARES

O Conselho Municipal de Habitação de Guarulhos reuniu-se nesta quarta (13) com o secretário municipal da área, para debater um projeto de lei ainda não enviado à Câmara, que autoriza a Prefeitura a comprar áreas, dividi-las em lotes, e vendê-los a pessoas cadastradas em programa municipal de habitação de interesse social. Estavam presentes técnicos da Secretaria de Habitação e da Secretaria de Obras, representantes de movimentos de moradia, da Associação de Engenheiros e Arquitetos, e do Creci. A reunião não foi conclusiva e voltará a ocorrer na próxima terça-feira (19). Entre os temas debatidos estiveram a limitação dos beneficiários a famílias com renda familiar até 6 salários mínimos e não 10 como está na proposta da Prefeitura. Entre 6 e 10 salários mínimos só beneficiaria famílias ameaçadas de despejo por ações do Ministério Público ou em área de risco. Outro tema debatido foi aumentar para 6 metros e não apenas 5 metros a largura mínima dos terrenos. Entrou em debate também a compatibilidade de alguns artigos com a Lei Orgânica do Município.

 

MAIS UMA REFORMA TRABALHISTA POR DECRETO, SEM PARTICIPAÇÃO DAS CATEGORIAS PROFISSIONAIS

A medida provisória do governo federal, que instituiu a chamada “carteira de trabalho verde-amarela” reduzindo encargos das empresas que contratarem jovens de 18 a 29 anos, além de gerar desemprego de pessoas acima de 30 anos, traz uma série de outras mudanças para todos os trabalhadores. Uma delas é liberar o trabalho em domingos e feriados, sem horas extras se compensada a folga durante a semana. Outra mudança reduz à metade os juros pagos pelas empresas em débitos trabalhistas. Outra medida facilita as demissões, cortando os 10% de multa em demissões que se acrescentavam aos 40% do trabalhador e que iam para o FGTS/conta do governo. Além de ter reduzido de 40% para 20% a multa do FGTS/trabalhador na demissão de jovens da “carteira verde-amarela”. A medida provisória que vale como lei até a votação no Congresso Nacional também altera a participação dos empregados nos lucros e resultados (a PLR). Agora ela pode ser acertada entre empregados e patrões sem participação do sindicato.

 

GOVERNO AUMENTA JORNADA DOS BANCÁRIOS DE 6 PARA 8 HORAS DIÁRIAS 

Na medida provisória chamada de verde-amarela os trabalhadores e trabalhadoras do setor bancário também perderam direitos. Antes, a jornada era de 6 horas diárias, e só nos chamados dias úteis. Pelo decreto a jornada é aumentada em 2 horas, que antes, se realizadas, eram pagas como horas-extras. E bancários terão que trabalhar aos sábados, pois a medida permite que os bancos abram neste dia. O governo com estas medidas favorece os banqueiros, que comandam este setor econômico que na crise tem tido gordos lucros, ao mesmo tempo em que demite milhares de trabalhadores e fecha centenas de agências.

 

ESTADOS UNIDOS TERÃO UM TERRITÓRIO DELES NO MARANHÃO

O Senado brasileiro aprovou nesta terça (12) um acordo do atual governo brasileiro com os Estados Unidos cedendo aos americanos parte da base de lançamento de foguetes de Alcântara, no Maranhão. Nas instalações norte-americanas não poderão entrar brasileiros, exceto se autorizados pelas autoridades daquele país. Em nome da aliança incondicional com os Estados Unidos, e em nome de ajudar a economia do Maranhão, entrega-se parte do território nacional à soberania norte-americana.

 

PARTIDO TRABALHISTA BRITÂNICO SOFRE UM ATAQUE DIGITAL HÁ UM MÊS DAS ELEIÇÕES 

O Partido Trabalhista britânico, principal força de oposição no Reino Unido, anunciou nesta terça-feira (12) que sofreu "um ataque cibernético sofisticado e de amplo alcance" em plena campanha para as eleições legislativas de 12 de dezembro. Disseram também que o ataque falhou e nenhum dado foi roubado ou corrompido, "graças ao forte sistema de segurança". No entanto, a página oficial do partido ficou fora do ar por várias horas. Ciberataques e ciberpolítica (ação e mobilização política por meio de internet) tem sido cada vez mais utilizados nas disputas eleitorais ao redor do mundo. O plebiscito que definiu a saída do Reino Unido da União Europeia (Brexit) foi uma grande batalha travada nas plataformas digitais e com muitas suspeitas de acesso criminoso a dados pessoais de perfis de mídias sociais, como o Facebook. O mesmo aconteceu nas campanhas nacionais nos EUA, no Brasil, na Índia, no Congo, entre outros. Mostrando que a internet entrou definitivamente no modo de se fazer a disputa política.

Apoio: 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload