FIQUE LIGADO: AMPLIA-SE A GREVE DOS MÉDICOS EM GUARULHOS, FUNCIONÁRIOS DOS TELECENTROS DE GUARULHOS ESTÃO SEM RECEBER DESDE SETEMBRO E MAIS NOTÍCIAS

December 4, 2019

 

SEM ACORDO NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA AMPLIA-SE A GREVE DOS MÉDICOS EM GUARULHOS

A Prefeitura de Guarulhos não apresentou nenhuma proposta nova na conciliação entre ela e o Sindicato dos Médicos no Tribunal de Justiça ontem, terça (3). Nesta quinta (5) haverá nova tentativa de conciliação desta vez no Tribunal Regional do Trabalho. Enquanto isso, ampliou-se a adesão à greve de médicos médicas do sistema público municipal. No Ambulatório da Criança, 20 dos 23 profissionais aderiram à greve nesta quarta (4). No maior centro de especialidades médicas da cidade, o CEMEG da Vila Augusta, 18 dos 27 médicos e médicas aderiram ao movimento, segundo informação do Sindicato. Para esta quinta, além da negociação no TRT está prevista uma manifestação da categoria no Centro da cidade. As reivindicações dizem respeito ao número de consultas por hora, à insatisfação com o aplicativo instalado para marcar consultas, e a falta de especialistas que complica a vida dos médicos nas UBSs.  

 

FUNCIONÁRIOS DOS TELECENTROS DE GUARULHOS ESTÃO SEM RECEBER DESDE SETEMBRO

Guarulhos possui 16 telecentros distribuídos em diversas regiões da cidade. Nestes espaços, mais do que acesso à computadores e internet, são oferecidos aos usuários cursos de formação na área de informática, mídias sociais e internet, fundamentais para a busca de melhores colocações no mercado de trabalho e até mesmo na formação de uma consciência cidadã. Por isso, para os ativistas da área digital, o acesso à internet é defendido como um direito fundamental do cidadão e da cidadã contemporâneos. No entanto, os funcionários que atendem à população nestes 16 telecentros estão sem receber desde setembro, porque a Prefeitura não pagou a Inter Works, empresa terceirizada responsável pelo serviço. Muitos destes funcionários não têm recursos sequer para pagar a condução até o local de trabalho.

 

ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL RESPONSABILIZAM GOVERNO ESTADUAL PELA TRAGÉDIA DE PARAISÓPOLIS

Entidades e organizações que participaram do encontro promovido pelo Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, inclusive OAB e Defensoria Pública, divulgaram documento em que afirmam que a ação da Polícia Militar, que ocasionou a morte de 9 jovens em um baile funk na comunidade de Paraisópolis em São Paulo é de responsabilidade do governo do estado de São Paulo. Segundo elas, este foi mais um caso de violência estatal indevida em áreas periféricas e um desrespeito aos direitos da juventude. A forma como a multidão de jovens foi encurralada sem saídas, e as agressões que geraram pânico, indicam uma ação sem profissionalismo pondo em risco vidas, chegando ao trágico desfecho. O conjunto destas entidades vai criar o Comitê Massacre Nunca Mais, com objetivo de monitorar, e coibir casos de violência do estado em áreas periféricas e ainda para acompanhar os desdobramentos das investigações.

 

JUIZ SUSPENDE NOMEAÇÃO DO NOVO PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO PALMARES

O juiz Emanuel Guerra, da Justiça Federal do Ceará, aceitou um pedido de ação popular e determinou a suspensão da nomeação de Sérgio Nascimento de Camargo como presidente da Fundação Palmares. Em uma publicação feita no Facebook antes de ser nomeado para o cargo, Sérgio Nascimento negou haver racismo no Brasil e escreveu: "Racismo real existe nos Estados Unidos. A negrada daqui reclama porque é imbecil e desinformada pela esquerda." Sobre o Dia da Consciência Negra, Sérgio afirmou que o "feriado precisa ser abolido nacionalmente por decreto presidencial". Chamou Zumbi dos Palmares um falso herói dos negros e que o feriado da Consciência Negra alimenta o revanchismo histórico e doutrina o negro no vitimismo". A Fundação Palmares foi criada no ano da Constituição de 1988 para preservar os valores culturais, históricos, sociais, econômicos dos negros e negras na sociedade brasileira. O contrário do que prega este presidente da Fundação nomeado pelo atual governo e por esta razão destituído pelo juiz federal.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now