FIQUE LIGADO: ACORDO DEFINE PRÉ-CANDIDATO A PREFEITO NO PT DE GUARULHOS, DESPESA DA PREFEITURA DE GUARULHOS NO ANO É MAIOR QUE SUA RECEITA E MAIS NOTÍCIAS

December 10, 2019

ACORDO DEFINE PRÉ-CANDIDATO A PREFEITO NO PT DE GUARULHOS

A intermediação da direção estadual e nacional do PT, especialmente do presidente estadual Luís Marinho, ex-prefeito de São Bernardo, e o empenho da presidenta municipal vereadora Genilda Bernardes, ajudou a evitar a disputa em prévia de duas pré-candidaturas a prefeito que haviam se inscrito para a escolha dos filiados e filiadas. A chamada prévia, prevista no Estatuto do partido, estava marcada para o próximo domingo, dia 15 de dezembro. Houve acordo entre as partes, ficando o ex-prefeito Elói Pietá como pré-candidato. O deputado federal Alencar Santana e os variados grupos que apoiavam sua candidatura decidiram, após várias rodadas de conversação, aceitar a proposta de unidade sem prévia. A escolha do candidato a prefeito por prévia, na história mais recente do partido na cidade, tinha ocorrido em 2000, 2004 e 2008. Em 2016, a escolha foi em encontro de várias centenas de delegados e delegadas que haviam sido eleitos por votação direta de filiados e filiadas. 

 

ELÓI PIETÁ, PREFEITO DE GUARULHOS ENTRE 2001 E 2008, É PRÉ-CANDIDATO DO PT 

Elói Pietá, pré-candidato por consenso dos vários grupos petistas, será homologado candidato a prefeito quando for feita a convenção partidária dentro dos prazos da lei eleitoral. Esta forma de escolha, que evita a prévia, é também prevista no Estatuto do PT. O apoio à reeleição de Alencar deputado federal em 2022 é compromisso dos grupos, também variados, que vinham antes do acordo apoiando a pré-candidatura de Elói. Além da participação paritária das duas partes na coordenação da campanha, na formação da chapa de vereadores e vereadoras, e em futuro governo vitorioso, houve consenso na articulação conjunta de coligações e alianças, e nos esforços para alcançar a meta de uma pré-candidatura a vice no seio de partido aliado. Apenas em caso de insucesso neste objetivo, a escolha de vice no PT viria da parte antes apoiadora da pré-candidatura de Alencar a prefeito.

 

DESPESA DA PREFEITURA DE GUARULHOS NO ANO É MAIOR QUE SUA RECEITA

Enquanto a receita da Prefeitura de Guarulhos em dez meses de 2019, de janeiro a outubro, foi de 3 bilhões 464 milhões de reais, a despesa no mesmo período foi de 3 bilhões 574 milhões, portanto um déficit de 110 milhões de reais. A principal despesa é com pessoal próprio: foram 1 bilhão 383 milhões nestes dez meses. Se acrescentamos o que a Prefeitura pagou a empresas terceirizadas, a maior parte delas gasta com pessoal,  teremos no total geral mais de 2 bilhões de reais gastos com pessoal próprio ou de terceiros em dez meses deste ano. O alegado alto pagamento de dívidas (amortização e juros de empréstimos, e precatórios judiciais) significou perto de 6% da despesa total, no montante de 207 milhões de reais pagos por dívidas. 

 

DATAFOLHA APONTA QUE 80% DOS BRASILEIROS E BRASILEIRAS DESCONFIAM DO QUE O PRESIDENTE BOLSONARO DIZ 
Pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (8) mostra que 36% dos brasileiros e brasileiras acham o governo Bolsonaro ruim ou péssimo; outros 30% consideram o governo ótimo ou bom; e 32% consideram regular a atual administração nacional. A pesquisa desta semana também revelou que 43% dos entrevistados nunca confiam em afirmações do presidente e outros 37% somente confiam às vezes, ou seja 80% dos brasileiros tem alguma ou total desconfiança sobre o que Bolsonaro diz. A pesquisa foi realizada nos últimos dias 5 e 6 com 2.948 pessoas em 176 cidades e a margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

 

REFORMA DA PREVIDÊNCIA DOS MILITARES MANTEM PRIVILÉGIOS DA CATEGORIA
A reforma previdenciária dos militares foi aprovada pelo Senado em votação simbólica nesta semana. O texto traz o aumento do tempo mínimo exigido de serviço, de 30 para 35 anos, e da contribuição, de 7,5% para 10,5% até 2021, agora estendida para pensionistas, além de ativos e inativos. No entanto, em paralelo, foi promovida uma reestruturação de carreiras e gratificações que repõe todas as possíveis perdas dos aposentados militares. A diferença entre o que se arrecada e o que se gasta no sistema previdenciário das Forças Armadas apresenta um saldo negativo crônico. Em 2018, a União teve que cobrir mais de 90% das despesas com a aposentadoria dos militares. As receitas associadas às pensões das Forças Armadas somaram R$ 2,4 bilhões em 2018, enquanto as despesas com militares pensionistas e inativos ficaram em R$ 47,9 bilhões. Ou seja, a receita cobriu apenas 5% de todo o gasto.

Apoio:

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now