FIQUE LIGADO: JUSTIÇA CÍVEL DE GUARULHOS ANTECIPA RECESSO PARA MUDANÇA DE SEDE, SEGUNDO DIA SEGUIDO DE CHUVA PROVOCA MAIS ALAGAMENTOS EM GUARULHOS E MAIS NOTÍCIAS

December 12, 2019

JUSTIÇA CÍVEL DE GUARULHOS ANTECIPA RECESSO PARA MUDANÇA DE SEDE

Desde o dia 9 de dezembro os prazos estão suspensos nas varas cíveis, de infância, da família, da fazenda, de juizado especial para mudança de endereço. O Judiciário Cível está em mudança para a Rua dos Crisântemos, em prédio novo alugado, próximo à ACM no Centro de Guarulhos. No antigo Fórum permanecerá a Justiça Criminal e de Execuções Fiscais. Os prazos e audiências suspensos agora voltam a correr no dia 20 de janeiro. Permanece apenas plantão para casos urgentes.

 

SEGUNDO DIA SEGUIDO DE CHUVA PROVOCA MAIS ALAGAMENTOS EM GUARULHOS

A população de Guarulhos sofreu mais uma vez com o caos provocado pelas fortes chuvas que caíram na tarde desta quarta-feira (11). Várias ruas ficaram alagadas, entre elas a avenida Tiradentes, que na altura da rua Nilo Peçanha virou um córrego. Mesmo com piscinão,  a avenida Francisco Conde, conhecida como 20 metros, na Vila Galvão, também ficou coberta de água. 

BANCÁRIOS ASSINAM ACORDO QUE NEUTRALIZA MP QUE PRECARIZAVA TRABALHO DA CATEGORIA

Em reunião realizada nesta terça-feira (10), o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos assinaram acordo aditivo à convenção coletiva de trabalho que garante a manutenção de todos os direitos e estabelece que nenhuma alteração legislativa modificará os termos estabelecidos no futuro. O acordo neutraliza os efeitos da Medida Provisória 905, do governo Bolsonaro, na categoria bancária. Desta forma, entre outros direitos, os trabalhadores do setor financeiro não terão de trabalhar aos sábados, domingos e feriados, mantendo a jornada de trabalho nos modelos atuais. Editada pelo governo em 11 de novembro, a MP cria a carteira de trabalho verde e amarela, instituindo modalidade de trabalho precário, intensificação da jornada, enfraquecimento da fiscalização, redução do papel da negociação coletiva, beneficiando os empresários com uma grande desoneração em um cenário de crise fiscal e impondo aos trabalhadores desempregados o custo dessa desoneração.

 

DÓLAR ALTO PODE PROVOCAR DISPARADA DE PREÇOS DOS ALIMENTOS NO BRASIL

A forte desvalorização do real frente ao  dólar vem atingido e vai continuar a atingir o bolso do consumidor de renda mais baixa cuja parcela dos rendimentos comprometida com a alimentação é maior. O preço da carne subiu em média 9% no último mês; agora já é sensível no bolso dos mais pobres o aumento do feijão (42% nos últimos dois meses); e na sequência virá uma aumento substancial do milho e do óleo de soja. O preço competitivo dos alimentos brasileiros no mercado internacional está transferindo uma parte maior da produção para a exportação, reduzindo a oferta no mercado interno. Essas tendências já estão sendo apontadas pelo Instituto de Economia da Universidade do Rio de Janeiro (UFRJ).

 

BRASIL É CAPA DE RELATÓRIO ANUAL QUE MONITORA PERSEGUIÇÕES POLÍTICAS NAS UNIVERSIDADES

O Brasil está na capa do relatório anual Free to Think, que monitora a perseguição a acadêmicos e a universidades em todo o mundo e que já teve estampadas em sua capa imagens do Irã, da Turquia, do Paquistão e do Egito. O relatório, de caráter mais qualitativo, cita na edição de 2019 declarações de membros e iniciativas do governo federal brasileiro cortando investimentos para instituições e disciplinas específicas, como a sociologia e a filosofia; apresenta ainda ações que, de acordo com o documento, limitam a autonomia das universidades; e episódios de pressão, por agentes policiais e civis com motivações políticas, contra campus durante e depois das eleições presidenciais.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now