FIQUE LIGADO: ELEITORADO DE GUARULHOS CHEGOU A 856 MIL EM NOVEMBRO, INTERRUPÇÃO DA EDIÇÃO DIÁRIA DO FIQUE LIGADO NAS FESTAS DE FIM DE ANO E MAIS NOTÍCIAS

December 20, 2019

ELEITORADO DE GUARULHOS CHEGOU A 856 MIL EM NOVEMBRO

A cada mês, lentamente, o número de eleitoras e eleitores de Guarulhos volta a se aproximar da marca de 900 mil, que havia ultrapassado antes da biometria obrigatória para revalidar o título eleitoral. No final de novembro último estavam cadastrados com biometria em Guarulhos 856.221 pessoas. O número de mulheres é quase 8% maior do que o de homens. São 459 mil eleitoras e 396 mil eleitores. O maior número de pessoas habilitadas ao voto na cidade está na faixa etária de 45 a 59 anos, um quarto do eleitorado. Depois com pouco mais de 21% vêm muito próximas as faixas etárias de 35 a 44 anos e de 25 a 34 anos. Jovens até 24 anos constituem pouco mais de 16% do eleitorado. E idosos, de 60 anos para cima, representam 14% do total. Até 6 de maio de 2020 os cartórios eleitorais da cidade estarão recebendo inscrições de novos eleitores ou reabilitando a inscrição de quem teve o título cancelado por não fazer a biometria.

 

MARINA PERALTA APRESENTA SUA MÚSICA DE CRÍTICA SOCIAL NO SESC GUARULHOS

O Sesc Guarulhos apresenta nesta sexta-feira (20) o show da cantora e compositora de reggae e rap Marina Peralta. A produção de Marina é reconhecida por letras que ressaltam o empoderamento das mulheres, a luta por igualdade social e econômica e a situação dos povos indígenas. A sul-mato-grossense faz parte da atual leva de jovens artistas que trazem para o palco de suas apresentações um debate franco sobre a luta política e social que é travada no Brasil entre grupos de extrema-direita que buscam construir uma nova ditadura no país e grupos de centro, centro-esquerda e esquerda que lutam pela democracia. Os ingressos custam de 9 a 30 reais. O Sesc Guarulhos fica na Rua Guilherme Lino dos Santos, perto do Cecap e da Vila Barros.

 

PESQUISA NACIONAL IBOPE MOSTRA CRESCENTE DESAPROVAÇÃO AO GOVERNO BOLSONARO

Segundo pesquisa nacional Ibope, divulgada nesta sexta (20,) são 53% dos pesquisados em 127 cidades que desaprovam a maneira de governar do atual presidente da República. A má avaliação vem crescendo na medida em que o tempo de governo passa. Se considerado o critério de ruim/péssimo, começou em 11% em janeiro deste ano, logo após a posse, e chegou agora a 38% os que consideram o governo ruim ou péssimo. A avaliação de ótimo/bom, por sua vez foi continuamente caindo. Começou com 49 % em janeiro e está agora em 29%. Continue lendo depois da propaganda...

Apoio:

GOVERNO BOLSONARO PRATICAMENTE ZERA O INVESTIMENTO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA)

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, aplicou em 2019 apenas 1 milhão e 500 mil reais dos R$ 54 milhões que deveriam ser destinados como participação do governo federal na Educação de Jovens e Adultos (EJA). Do montante destinado, R$ 1 milhão foi usado para cobrir os chamados restos a pagar de 2018. Ou seja, o que concretamente foi investido no EJA neste ano pelo governo federal foi apenas 500 mil reais. A EJA já vinha sofrendo reduções significativas de orçamento desde 2014, quando a receita disponível a essa modalidade foi de R$ 679 milhões. Em 2017, já no governo de Michel Temer (MDB), o orçamento foi de R$ 161,7 milhões. Em 2018, foram R$ 68,3 milhões. Os dados constam da página Siga Brasil, sistema de acompanhamento do orçamento federal, mantido pelo Senado. O governo federal não executa diretamente a EJA, mas é responsável pelo fornecimento de material didático, formação de professores, desenvolvimento de programas e no repasse de recursos para apoiar as prefeituras na contratação de professores e outras despesas. Com essa drástica redução de recursos, todos os programas relacionados a indígenas, quilombolas e educação de adultos praticamente estão sendo extintos, sem que se tenha criado qualquer outra secretaria ou política pública no lugar.

 

ECONOMISTAS AVALIAM QUE NO RITMO ATUAL SÓ EM 2021 ECONOMIA VOLTA AO PATAMAR DE 2014

Se mantido o ritmo atual de lenta recuperação da economia brasileira, só em 2021 ela voltaria ao patamar de produção de riqueza que estava no início de 2014. Seriam 7 anos de crise, com todas as consequências sociais e políticas pelas quais o Brasil tem passado nestes anos. Esta é uma avaliação de muitos economistas. Eles avaliam que a recuperação mostrada neste segundo semestre de 2019 se estenderá ao início de 2020. Ela foi provocada pelos estímulos às compras das famílias, como por exemplo com a liberação de saques do FGTS, e com a redução de juros. Assim cresceu a construção civil, e também cresceu a agricultura. Porém, a indústria nacional até setembro teve redução da atividade econômica. Nota-se uma pequena retomada nos últimos três meses. A dúvida dos economistas é se esta melhora da atividade econômica no país é um “voo de galinha” como dizem os pessimistas, ou se “pegou tração” como afirmam os otimistas.

 

INTERRUPÇÃO DA EDIÇÃO DIÁRIA DO FIQUE LIGADO NAS FESTAS DE FIM DE ANO

Informamos que o Fique Ligado estará em recesso até o início de janeiro. Porém, havendo notícias relevantes e urgentes no período, ele as poderá noticiar, mesmo neste período de recesso. Desejamos Boas Festas a todas e todos que acompanham o Fique Ligado, que há três anos é publicado nos dias úteis. E um melhor 2020.

Apoio:

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now