FIQUE LIGADO: PARQUE DA SAÚDE ESTÁ COMPLETAMENTE ABANDONADO PELA PREFEITURA, GOVERNO BOLSONARO PRODUZIU COLAPSO ADMINISTRATIVO NO INSS E MAIS NOTÍCIAS

January 16, 2020

PARQUE DA SAÚDE ESTÁ COMPLETAMENTE ABANDONADO PELA PREFEITURA

O Parque da Saúde, também conhecido como parque da Furp, está completamente abandonado pela administração municipal. Muito lixo espalhado por vários pontos do espaço, o mato alto tomando conta do lugar e a completa falta de segurança no local tem afastado as famílias que vivem na região da Tranquilidade, Gopouva e Vila Augusta. O Parque da Saúde fica entre as ruas Íris e Jaboticabeiras, ao lado da Furp e da Secretaria Municipal da Saúde. 

 

CURSINHO PIMENTAS ESTÁ COM INSCRIÇÕES ABERTAS

O Cursinho Unifesp Guarulhos - CPPU (Cursinho Popular Pimentas UNIFESP) abre inscrições para processo seletivo de 240 vagas (160 para novos alunos e 80 para veteranos do CPPU de 2019) para a preparação gratuita para o Enem 2020 com início no dia 08 de fevereiro de 2020. As aulas acontecerão aos sábados das 9h às 17h e terá dois módulos de 4 meses cada (tempo total 8 meses). Para se inscrever, o aluno deve primeiro fazer a PRÉ-INSCRIÇÃO ON-LINE no site entre o dia 15 de dezembro de 2019 às 23h59min até o dia 29 de janeiro de 2020 às 23h59min. 

 

NOTAS DO ENEM 2019 SAEM NESTA SEXTA-FEIRA (17)

As notas individuais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 serão divulgadas nesta sexta-feira (17). Para ter acesso ao desempenho, o estudante terá que entrar na Página do Participante (https://enem.inep.gov.br/participante/), incluir o CPF e a senha cadastrada.

 

GOVERNO BOLSONARO PRODUZIU COLAPSO ADMINISTRATIVO NO INSS

Em junho de 2019, o ministro da Economia, Paulo Guedes, informou que o governo deixaria de fazer concursos para substituir os servidores que se aposentam. Como resultado, ao contrário de produzir a prometida economia na contas públicas, iniciou um processo de colapso administrativo que agora produziu uma fila de dois milhões de pessoas no INSS. Como este órgão perdeu mais de seis mil servidores no ano passado, além dos pedidos de aposentadoria, estão parados processos de auxílio-doença, licença-maternidade e benefícios de prestação continuada. Até os aposentados que precisam apresentar a prova de vida para continuarem recebendo suas aposentadorias não estão conseguindo e podem ter seus benefícios suspensos. Muitos estão sendo informados que o problema pode levar até seis meses para ser resolvido.  

 

MAIS POBRES E FRAGILIZADOS SÃO OS MAIS AFETADOS PELO COLAPSO

Em agosto passado, as procuradoras Eliana Pires Rocha e Anna Paula Coutinho pediram à Justiça Federal que obrigasse o INSS a preencher as vagas ociosas. A ação apontava a necessidade de oferecer “atendimento digno” e o risco de “sucateamento” da Previdência” e de estrangulamento do serviço que tem como seu principal público, pessoas que não podem esperar sequer um mês pois dependem desse benefício para sobreviver.

 

CÚPULA DA ECONOMIA MUNDIAL PREVÊ GRANDES PREJUÍZOS COM DESMATAMENTO DA AMAZÔNIA

O desmatamento em curso acentuado da Amazônia trará um prejuízo de 3 trilhões de dólares à economia do mundo nos próximos 30 anos. Esta é a previsão de um estudo de 750 especialistas apresentado para o Fórum Econômico Mundial de Davos que começa no próximo dia 21. Segundo eles, o Brasil está repetindo erros cometidos no mundo centenas de anos atrás. A Amazônia perdeu 17% de sua área de mata nos últimos 50 anos. Ela absorve cerca de um terço a menos do carbono que absorvia dez anos atrás. Os prejuízos econômicos, previstos pelo estudo, se darão principalmente na agricultura, na pecuária, e no turismo. Os prejuízos sociais serão a alta do preço dos alimentos e a extinção de comunidades indígenas. E os prejuízos aos animais serão a extinção de inúmeras espécies. A Amazônia tem 10% das espécies animais do mundo.

 

CENÁRIO ECONÔMICO SOMBRIO SEGUNDO OS 750 ESPECIALISTAS DO FÓRUM MUNDIAL

As centenas de especialistas que fizeram seu relatório para o fórum econômico dos grandes capitalistas e de governos, que se reunirá na Suíça, estão pessimistas quanto ao futuro imediato da economia mundial. No curto prazo, dizem eles, haverá novos confrontos econômicos e políticos entre os países, haverá dificuldade para os governos estimularem a economia, e riscos de um longo período de baixo crescimento. Eles se referem ao quadro mundial. Mas o diagnóstico se aplica ao Brasil onde há três anos os governos pós-Dilma prometem crescimento acima de 2% ao ano, o que já é muito baixo, e entregam um crescimento apenas em torno de 1%.  

Apoio: 

 



 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now