FIQUE LIGADO: É BEM MAIOR O NÚMERO DE INFECTADOS EM GUARULHOS DO QUE O NOTICIADO E MAIS NOTÍCIAS

April 16, 2020

É BEM MAIOR O NÚMERO DE INFECTADOS EM GUARULHOS DO QUE O NOTICIADO

No dia de ontem (15) a Prefeitura de Guarulhos informava ter 178 casos confirmados de Covid-19 na cidade. O problema é que o número de suspeitos da doença era de 2.800.  Se aplicada neste número a mesma proporção de casos suspeitos já analisados, o número de pessoas atingidas pelo coronavirus seria de 792. 

 

SE APLICADOS OUTROS ESTUDOS GUARULHOS PODE TER DE 1.200 A 1.600 CASOS DE COVID-19

Se aplicado estudo realizado por amostragem no Rio Grande do Sul que concluiu ser o número de pessoas atingidas por este vírus 7 vezes maior que as estatísticas oficiais, poderia se falar em mais de 1.200 casos em Guarulhos até o dia de ontem. Pior ainda, segundo o coordenador de doenças respiratórias graves da Fiocruz, em cada caso identificado no país teria 9 ocultos. Portanto, em Guarulhos seriam 1.600 casos de coronavirus. E a expansão da doença está em andamento. 

 

ATRASOS DE TESTES DO COVID-19 DISTORCEM DADOS OFICIAIS

O atraso na realização de testes e na resposta deles desorganiza as medidas de contenção do vírus na cidade. De um lado, porque não permite investigar pessoas que tiveram contato mais próximo com a pessoa infectada e assim, com medidas dirigidas de isolamento, reduzir a expansão da doença. De outro lado, porque a Secretaria da Saúde de Guarulhos não consegue identificar as regiões da cidade onde a doença está se expandindo, para que a Prefeitura tome as providências específicas naquelas regiões.  No estado de São Paulo o número de testes é muito menor que em outros países. É de apenas 316 testes de covid-19 por milhão de habitantes. 

 

SEGUNDO ESPECIALISTAS É PRECISO ISOLAMENTO SOCIAL, TESTAGEM EM MASSA E LEITOS DE UTI 

Especialistas em epidemias dizem que se não tiver isolamento, vão aumentar o número de casos, e assim superar a capacidade do sistema público e privado de saúde como ocorreu na Itália e em outros países. Que depois tiveram que parar tudo, o chamado lockdown. Principalmente quem vai mais sofrer as graves consequências de atendimento é a população mais pobre, que depende unicamente do SUS. O número de leitos do sistema público em São Paulo e Guarulhos já está perto do limite. E o alastramento da epidemia não atingiu o pico.

 

Apoio:

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

© 2017 gru360 / Aqui Guarulhos se encontra em 360 Graus